Grêmio anuncia contratação de Miller Bolaños, ex-Emelec

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Reprodução/Instagram

    Meia-atacante assinou contrato de três anos e chega ao Brasil neste domingo

    Meia-atacante assinou contrato de três anos e chega ao Brasil neste domingo

Miller Bolaños é o novo reforço do Grêmio. Neste domingo (07), o time gaúcho anunciou no Twitter a contratação do equatoriano. O negócio foi concluído em Guaiaquil, com a presença de dirigentes do tricolor. Egresso do Emelec, o meia-atacante assinou contrato por três anos. Ele é considerado o reforço de peso do clube para disputa da Copa Libertadores.

"Nós tentamos este nome desde dezembro e agora concluímos a operação. É um jogador que vai acrescentar muito no nosso time. Havia concorrência de outros clubes do Brasil, de times da Ásia e até do México. Mas o Emelec foi muito correto conosco", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.

Um dia antes, o UOL Esporte informou que o negócio estava em vias de ser fechado. A diretoria do Emelec tratava as conversações como 'muito avançadas' e dava o prazo de 24 horas para conclusão da transferência.

Para ter Bolaños, o Grêmio pediu ajuda. Com auxílio de um investidor, o clube pagou cinco milhões de dólares (R$ 19 milhões na cotação atual) por 70% dos direitos econômicos. Os salários com o jogador já estavam acertados, mas faltava o acordo com o Emelec.

Para fechar com o Emelec, o diretor executivo Rui Costa foi até o Equador. E para agilizar o deslocamento, o Grêmio usou o jatinho particular do torcedor que atuou como investidor. Outros três times brasileiros também procuraram o time de Guaiaquil para negociar: Corinthians, Cruzeiro e Inter. A diretoria do time equatoriano manteve as conversas com o Grêmio pelo molde do negócio.

Destaque do Emelec na Libertadores de 2015, Bolaños esteve em vias de ser contratado pelo Changchun Yatai, da China. A manifestação do técnico da seleção equatoriana, Gustavo Quinteros, pesou contra a transferência para Ásia. O treinador afirmou que a transferência para o futebol chinês poderia prejudicar a carreira do meia na equipe nacional.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos