"Não teria voltado ao Brasil por outro clube", diz reforço do Corinthians

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Corinthians

Reforço do Corinthians para 2016, o meia-atacante Guilherme revelou, nesta segunda-feira (08), em entrevista ao SporTV, que não teria voltado ao Brasil por nenhum outro clube. 

"Corinthians é um sonho de criança, de família", disse. "Sou do Maranhão e é um time forte por lá. Foi uma questão de equipe", prosseguiu, antes de contar que deixou dinheiro para trás para fechar com o alvinegro paulista.

"Abri mão de dinheiro, ficou salário para trás. Eu abri mão de algumas coisas. Mas é o momento que vale. Seleção brasileira é um objetivo", completou o jogador, que estava no Antalyaspor, da Turquia, e contou que o salário por lá era maior do que o que receberá no atual campeão brasileiro.

Com o bolso cheio

Guilherme revelou também que está "com o burro na sombra", como diz a expressão popular. No programa, afirmou que poderia viver sem trabalhar, ainda que com algumas regras, só com o dinheiro que recebeu ao jogar 2 anos e meio na Ucrânia e na Rússia.

No estúdio, o debate era sobre a ida de jogadores brasileiros ao futebol chinês, por valores astronômicos. 

Guilherme confessou: "Quando meu empresário me trouxe a proposta (da Ucrânia), meu olho brilhou. Era a realização do meu sonho, dar uma casa ao meu pai. Daria para viver só com essa grana, com algumas regras. Não precisaria mais trabalhar, não". 

O meia-atacante revelado pelo Cruzeiro, agora com 27 anos, deixou o clube de Minas Gerais em 2009, rumo ao Dínamo de Kiev (UCR). Depois, foi ao CSKA (RUS), por empréstimo, e em 2011 foi repatriado pelo Atlético-MG. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos