Poucos gols em 2016. E Neymar vira alvo de questionamentos na Espanha

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Jornal As vê brasileiro como mais plástico do que eficiente em campo

    Jornal As vê brasileiro como mais plástico do que eficiente em campo

Em 2016, o Barcelona fez 11 jogos e marcou 35 gols, média de 3,18 gols por jogo. Deste gols, cinco gols foram anotados por Neymar. E, mesmo assim, o camisa 11 é alvo de críticas na Espanha.

O problema é que, desde a virada do ano, Neymar marcou apenas dois gols pelo Campeonato Espanhol, um no 4 a 0 contra o Granada e outro no 6 a 0 contra o Athletic Bilbao. Os outros, um contra Espanyol e dois em jogos contra Athletic Bilbao, foram todos pela Copa do Rei.

O desempenho foi alvo de críticas, principalmente na imprensa de Madri. Segundo o jornal esportivo As, o camisa 11 do Barcelona tem sido mais plástico do que eficiente.

"(Neymar) tem 16 gols no campeonato, mas sua projeção caiu muito em relação ao primeiro turno disputado em 2015, quando marcou 14. Contra o Levante, voltou a estar perto do gol. Mas, de novo, não o fez", analisou a publicação.

O jornal ainda especulou motivos para a queda de rendimento de Neymar no Campeonato Espanhol. Desde menos acertos nos chutes a gol até sua participação nos passes para gols dos companheiros. O diário não cita os problemas extracampo do jogador.

A conclusão da análise é, na verdade, um questionamento. "Não há dúvidas que Neymar seja um grande jogador, mas o debate sempre vai girar em torno dele: é mais vistoso do que eficaz?", pergunta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos