André é apresentado no Corinthians e diz estar "mais maduro" após problemas

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução / ESPN

O atacante André foi apresentado nesta terça (09) como reforço do Corinthians e foi questionado sobre problemas extra-campo que passou quando ainda atuava pelo Atlético-MG. O jogador disse que isso é passado e que agora a cobrança no Corinthians é maior. 

"Não precisa nem falar que estou feliz por estar aqui é um clube de expressão com torcida fanática. A felicidade é enorme. As coisas fora de campo, aqui a cobrança é maior pela grandeza do clube e pela torcida fanática, mas isso ficou para trás. No Sport não tive nenhum problema", disse o jogador, que atuou o último Campeonato Brasileiro pelo clube de Recife.

O atacante precisou responder diversas perguntas sobre a vida fora de campo, que gerou polêmica no tempo que defendia o Atlético-MG. "Isso já ficou para trás. Meu foco é no Corinthians. Acho que isso pode ter atrapalhado minha carreira, mas são coisas que me fizeram amadurecer. Isso me ajudou a me cuidar mais", ressaltou.

O atacante foi questionado sobre o que mudou em sua vida depois de passar por diversos clubes. "Sem dúvida é diferente. Eu saí muito novo e inexperiente. Ganhei experiência rodando esses lugares e com o que aconteceu comigo. O André é mais maduro e sabe mais o que fazer no campo. Consigo pegar mais os atalhos, é um cara muito motivado que quer ajudar o Corinthians. É só jogando para mostrar, mas falo que tem um André muito motivado aqui", comentou. 

O gerente de futebol do Corinthians, Edu Gaspar, também esteve presente na apresentação do jogador e se mostrou animado com a chegada de André. "Eu tive uma conversa com o Tite e ele está sentando com o André pra treinar, vai mostrar para ele. Temos um esquema bem montado pra ele se ambientar. Estamos animados pela capacidade técnica. Estar observando no dia a dia a capacidade dele. Estamos animados e o Tite crê da mesma forma. É uma conversa do bem", ressaltou o dirigente. 

André assinou contrato até 2019. Inicialmente, ele viria ao time paulista somente no meio do ano, quando venceria o contrato com o clube de Minas Gerais. Mas a permanência de André se tornou insustentável no Atlético-MG após André postar foto de treino, em que havia apagado digitalmente o escudo do Atlético.

Tite:

"Eu tive pouco tempo para trabalhar com o Tite, porque é jogo atrás de jogo, mas acho que ninguém melhor pra montar e remontar um time como o Tite. É difícil, mas o torcedor terá de ter paciência. São outros jogadores com outro estilo de jogo. Lembrando o ano passado quero time embalou na metade do campeonato. É um processo de ter paciência porque o Tite vai montar um grande time. Não é fácil remontar um time", analisou o atacante. 

Adaptação e maratona de jogos:

"Não é fácil essa maratona de jogar quarta e domingo e vão ter as viagens para longe. Todo mundo tá focado e vai ter oportunidade, vai precisar ajudar quando entrar .está todo mundo animado e querendo jogar. Todo mundo quer mostrar. O foco de todo mundo é esse e pra quando ter oportunidade ajudar", disse. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos