Início de maratona faz Palmeiras testar status de concorrentes à camisa 9

Do UOL, em São Paulo

A próxima quarta-feira (10) vai marcar o início do primeiro período complicado para o Palmeiras no calendário 2016. Serão três jogos e duas viagens em sete dias, incluindo a estreia na Copa Libertadores desta temporada. A sequência servirá como parâmetro para o elenco alviverde em uma série de aspectos, mas em poucas faixas do campo essa briga é tão clara quanto o que acontece no comando do ataque.

Lucas Barrios é o dono da função de camisa 9 no time de Marcelo Oliveira, ainda que o paraguaio use o número 8. Alijado dos três primeiros jogos da temporada por causa de dores lombares, ele ainda está aquém do potencial e não balançou as redes em 2016.

O reserva imediato de Barrios é Alecsandro, que já anotou um gol no ano. No entanto, isso não o impediu de ser cobrado pela torcida do Palmeiras nas três primeiras partidas da temporada.

Se Alecsandro está longe de ser unanimidade e Barrios ainda é incógnita num período que une muitos jogos e iminência de início da Libertadores, outras opções despontam para o comando do ataque do Palmeiras. É o caso de Cristaldo, o dono do número 9, cuja saída chegou a ser cogitada no início do ano. O argentino ficou, treinou bem e foi inscrito no Campeonato Paulista.

Outra alternativa de Marcelo Oliveira é Rafael Marques. O jogador já estava no Palmeiras em 2015, mas emprestado pelo time chinês Henan Jianye. O time alviverde acertou um vínculo definitivo com ele, mas só conseguiu inscrevê-lo no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) na semana passada e não pôde usar o meia-atacante nas primeiras rodadas do Estadual.

Marcelo Oliveira ainda pode usar Erik, que é originalmente um jogador de lado de campo. O treinador já chegou a cogitar essa hipótese em entrevista exclusiva, mas limitou a possibilidade a algumas situações de partidas.

Rafael Marques e Erik, que não são centroavantes, já se colocaram à disposição do treinador para atuar no comando de ataque. Com isso e a fase das duas opções prioritárias, o Palmeiras tem na maratona dos próximos dias uma ótima razão para testar.

Na quarta-feira (10), o time alviverde viajará até São José do Rio Preto para enfrentar o Oeste no Campeonato Paulista. Três dias depois, no dia 13, receberá o Linense às 17h (de Brasílila), em São Paulo. Na terça-feira (16), o compromisso do Palmeiras será a estreia na Libertadores, contra River Plate do Uruguai ou Universidad de Chile, na casa do rival.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos