É provável que Messi, CR7 e Ibrahimovic venham jogar na China, diz técnico

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Jon Super

    Em entrevista, Sven-Goran Eriksson aposta em crescimento do futebol chinês

    Em entrevista, Sven-Goran Eriksson aposta em crescimento do futebol chinês

O técnico Sven-Goran Eriksson aposta no potencial do futebol chinês. Em entrevista ao jornal sueco Expressen, o treinador do Shanghai SIPG disse acreditar que alguns dos principais jogadores do futebol mundial poderiam atuar em clubes do país asiático.

"Jogadores como Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Wayne Rooney, é provável que acabem assinando por um clube do futebol chinês", disse Eriksson, que conta com o argentino Darío Conca, o brasileiro Elkeson e o ganês Asamoah Gyan em sua equipe na próxima temporada.

Neste início de 2016, o futebol chinês ganhou papel de destaque no mercado de contratações internacionais. Nomes como Ramires (Chelsea), Jackson Martínez (Atlético de Madri), Alex Teixeira (Shakhtar Donetsk) e Gervinho (Roma) deixaram o futebol europeu rumo ao Oriente.

Ezequiel Lavezzi, do Paris Saint-Germain, também é cotado para atuar na China, que quer uma contratação de peso no meio do ano: Zlatan Ibrahimovic. O sueco tem contrato com o PSG até o meio do ano, e já está na mira do Shanghai Shenhua para o segundo semestre.

O reforço, mesmo que para outro clube, gera bastante expectativa em Sven-Goran Eriksson. "Seria fantástico para o futebol da China se um jogador como Zlatan Ibrahimovic viesse para cá", disse o técnico, que chegou à China em 2013 para comandar o Guangzhou R&F.

"O que experimentei aqui na China nos dois últimos anos é fenomenal. A China se transformará em uma grande nação futebolística e se converterá em uma liga de primeiro nível no que se refere a clubes", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos