Jogador acusado pediu foto nua e "mais que um beijo" a menina de 15 anos

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Andrew Yates

    Adam Johnson enfrenta julgamento por crime sexual na Inglaterra

    Adam Johnson enfrenta julgamento por crime sexual na Inglaterra

O julgamento do meia Adam Johnson por envolvimento sexual com uma menina de 15 anos teve início nesta sexta-feira em Bradford, na Inglaterra. A promotoria revelou que o jogador de 28 anos e a garota trocaram 834 mensagens em dois meses, nas quais o atleta pede fotos da jovem sem roupa e diz que quer "mais que um beijo".

Segundo as investigações, a menina era uma torcedora fanática do Sunderland, clube pelo qual Johnson jogava até ter o contrato rescindido na última quinta-feira por conta do caso. Os dois se tornaram amigos no Facebook no fim de 2014, e em pouco tempo já estavam trocando mensagens pelo celular.

O jogador prometeu dar uma camisa autografada do Sunderland à garota, e por isso os dois se encontraram pela primeira vez em 17 de janeiro. Dias depois, Johnson mandou uma mensagem: "Achei que ia ganhar um beijo de agradecimento pela camisa".

Os dois decidiram se encontrar de novo em 30 de janeiro, e o atleta disse por mensagem: "Vou ganhar só um beijo?". "Depende do que você quer", respondeu ela. "Depende do que você está disposta a fazer. Um pouco mais que um beijo - sentir um pouco. Sem pressão", enviou ele.

O segundo encontro aconteceu no carro de Johnson, uma Range Rover. Segundo a promotoria, os dois fizeram sexo no carro nesse dia. Horas depois do encontro, os dois trocaram mais mensagens: "Não foi ruim, foi?", perguntou ele. "Não", respondeu ela. "Acho que precisamos ir para o banco de trás na próxima vez", disse ele. "Sim", foi a resposta.

Depois disso, a garota enviou uma foto de biquíni para o jogador, que respondeu: "Mande uma sem biquíni". Desde o início das conversas, Johnson sabia que a menina tinha 15 anos - na Inglaterra, é ilegal praticar ato sexual com pessoas abaixo de 16.

O julgamento de Johnson vai continuar nos próximos dias. Além de ter sido demitido do Sunderland, o ex-jogador da seleção inglesa também perdeu seu contrato de patrocínio com a fornecedora de material esportivo Adidas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos