Grêmio reabre base para estrangeiros com volante 'tomado' do Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Reprodução/Instagram

    Ezequiel Esperon defendia o Inter no ano passado, agora é do Grêmio

    Ezequiel Esperon defendia o Inter no ano passado, agora é do Grêmio

A reabertura da base do Grêmio para jogadores estrangeiros teve início. Na semana passada, o clube assinou por um ano, com possibilidade de renovar por mais três, com o volante argentino Ezequiel Espeon, de 19 anos. É o primeiro do que promete ser uma nova 'invasão gringa'. 

Sob orientação do diretor Júnior Chávare, a procura por jogadores fora do país voltou a ser tratada como prioridade. Era assim antes da ida do dirigente para o São Paulo. O Tricolor teve nomes como Gaona, Minutella e Canavésio nos times inferiores. Chegou até a ter um atleta de Gana em testes. Além do atacante peruano Alex Succar, que hoje defende o Cienciano. 
 
Mas aos poucos todos foram deixando o clube. Atualmente, apenas o sul-africano Tyorane Sundows é estrangeiro na base gremista. E até mesmo ele já conseguiu dupla nacionalidade e não conta na lista de atletas de fora do país. 
 
Agora, Esperon chega para reabrir os times inferiores para jogadores de outras nacionalidades. Sua contratação ocorreu, segundo o diretor gremista, por vontade do jogador. 
 
"Ele tinha sido oferecido quando eu estava no São Paulo. Naquele momento não aconteceu. Há um tempo ele me ligou, disse que queria sair do Inter, que não se sentia bem lá. Eu sabia que ficaria sem contrato e efetuamos a contratação em definitivo", disse o Chávare ao UOL Esporte. 
 
Esperon, quando esteve no Inter, atuava sob empréstimo do All Boys, da Argentina. O Colorado, contudo, considerou alta a pedida para compra dos direitos do atleta e resolveu não fazer força para mantê-lo. No último ano o jogador foi reserva no time B do Inter. 
 
A contratação de um jogador que foi do Inter serviu, de cara, para a torcida do Grêmio celebrar. Esperon foi considerado 'outro chapéu' pelos aficionados. Como aconteceu recentemente com o centroavante Henrique Almeida no time principal. 
 
Na última quinta-feira, o contrato do gringo foi publicado no Boletin Informativo Diário (BID) da CBF. 
 
Após a chegada de Esperón, que já treina com os novos companheiros, uma série de novos gringos devem pintar na Arena. "Por enquanto temos só ele", indicou Chávare. "Por enquanto", repetiu.
 
A busca pelo 'novo Messi' era uma das bases da campanha que levou Fábio Koff à presidência do Grêmio, em 2013. O projeto segue vivo com Romildo Bolzan Júnior, que assumiu o clube sob indicação do ex-presidente. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos