Jornal: Football Leaks usa hackers para conseguir contratos de jogadores

Do UOL, em São Paulo

  • Paul White / AP

    Contratos sigilosos de James e Bale com o Real foram obtidos pelo Football Leaks

    Contratos sigilosos de James e Bale com o Real foram obtidos pelo Football Leaks

Os contratos revelados pelo site russo Football Leaks foram obtidos através de ações de hackers. A informação foi veiculada pela imprensa espanhola com base em uma nota do El Confidencial. Essa seria a conclusão da polícia espanhola, que investiga a atividade da página eletrônica após diversas informações sigilosas terem ido a público.

O Real Madrid foi um dos principais alvos do Football Leaks. As íntegras dos contratos de De Gea (que permaneceu no Manchester United), Gareth Bale, Xabi Alonso (vendido para o Bayern de Munique) e James Rodríguez foram "roubados" por hackers.

Os ataques cibernéticos são direcionados aos conteúdos de clubes e de agências que fazem intermédios de atletas.

Inicialmente, clubes e agentes cogitaram a possibilidade de pessoas de dentro do clube terem vazado informações ao Football Leaks. Empresário de Cristiano Ronaldo, o português Jorge Mendes chegou a contratar equipe de espionagem para rastrear a maneira como eram vazados os contratos.

O site Football Leaks tem sede na Rússia. Os principais dados são obtidos em Portugal. A polícia investiga se os hackers têm origem portuguesa.

Recentemente, o Leaks apresentou detalhes de contratos dos jogadores brasileiros Lucas Lima e Leandro Damião.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos