Manchester United já admite negociar Rooney com futebol chinês, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Carl Recine

    Inglês é mais um jogador na mira do futebol chinês

    Inglês é mais um jogador na mira do futebol chinês

O Manchester United já admite negociar Wayne Rooney para o futebol chinês. Pelo menos, é o que assegura o jornal Manchester Evening News desta quinta-feira.

A versão online da publicação assegura que o clube inglês recebe uma oferta pelo atacante – atualmente afastado dos gramados por conta de uma lesão no joelho. Na China, Rooney receberia um salário de 2 milhões de libras (cerca de R$ 11,5 milhões) por mês.

O jornal não cita um clube específico interessado no jogador - o jornal Daily Mirror fala em sondagem do Shanghai Shenhua. Em novembro, a imprensa inglesa noticiou a possibilidade de a própria Chinese Super League, responsável pela organização do Campeonato Chinês, investir na compra do atleta.

O próprio vice-presidente do United, Ed Woodward, vê portas abertas com o futebol chinês. "É mais um mercado útil se quisermos vender qualquer jogador", disse em entrevista coletiva na última quarta-feira, sem fazer menção específica a Rooney.

Caso negocie Rooney com a China, o Manchester United deverá movimentar o mercado de transferências. Segundo o jornal, a equipe "precisaria cobrir sua potencial saída com uma substituição que seus parceiros aprovariam para promover seus produtos".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos