Mídia peruana se anima em enfrentar Brasil sem Neymar; veja repercussão

Do UOL, em São Paulo

  • Antonio Lacerda/EFE

    Incerteza sobre presença de Neymar no torneio anima peruanos

    Incerteza sobre presença de Neymar no torneio anima peruanos

Sorteado no mesmo grupo do Brasil para a disputa da Copa América, em junho, nos Estados Unidos, a seleção peruana tem boas chances de classificação. Pelo menos é essa a opinião da imprensa do Peru.

O site Peru21.com, por exemplo, diz que os últimos confrontos entre Peru x Brasil mostraram que a seleção brasileira já não ostenta a grandiosidade de décadas anteriores. Além disso, o time de Dunga corre o risco de jogar desfalcado de seu maior astro: Neymar.

A chave que tem brasileiros e peruanos é completada por Equador e Haiti. Duas seleções se classificam para as quartas.

"O Brasil nos venceu [Peru] na última edição da Copa América com um apertado 2 a 1, graças a Neymar. Eles nos derrotaram com dificuldade também nas eliminatórias, mas eles poderão não contar com suas principais figuras por pressão dos clubes europeus", sinaliza o Peru21.

"A seleção peruana não terá rivais tão complicados", acrescenta.

Opiniões de outros jornais sul-americanos sobre o sorteio:

RPP (Peru)

"Grupo difícil, com dois rivais difíceis para o Peru (Brasil e Equador). Ainda tem com o Haiti, que quer aparecer em primeiro plano para a mídia"

Olé (Argentina)

"Argentina teve bastante sorte e tem em suas mãos a chance de avançar para a segunda fase". Os argentinos integram o grupo D, com Chile, Panamá e Bolívia.

La Tercera (Chile)

Jornal ressaltou que o Chile é, ao lado da Argentina, os favoritos para a próxima fase. Para reforçar a opinião, o La Tercera levantou o retrospecto diante dos chilenos contra a seleção da Bolívia (Chile venceu 28 de 41 jogos). Panamá e Bolívia completam a chave.

Ovacion (Uruguai)

O otimismo do uruguaio com o sorteio é nítido. Um dos principais jornais de esporte do Uruguai, o Ovacion estampou a seguinte manchete: "Uruguai teve sorte no sorteio". Seleção local terá como adversários o México, Venezuela e Jamaica.

"Não se trata de menosprezar ninguém, até porque no futebol moderno não há rivais fáceis. Mas pela primeira vez após muito tempo sentimos alívio quando terminou o sorteio da Copa América", apresentou o jornal uruguaio.

La Razion (Mexico)

O jornal mexicano crê no sucesso de sua seleção na primeira fase e diz que o México terá "caminho livre" rumo às quartas.

"Uruguai será nosso rival mais complicado. O obstáculo poderá surgir na próxima fase, com Argentina ou Chile", destaca o periódico mexicano. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos