Dirigente punido por 90 dias volta aos trabalhos no Cruzeiro após um mês

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press

    Benecy Queiroz já está de volta ao Cruzeiro, agora para trabalhar na área administrativa

    Benecy Queiroz já está de volta ao Cruzeiro, agora para trabalhar na área administrativa

A tarde de treinamentos na Toca da Raposa contou com uma novidade fora dos campos nesta terça-feira. O antigo supervisor de futebol do Cruzeiro, Benecy Queiroz, conseguiu um efeito suspensivo junto ao Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva e foi reintegrado ao quadro de funcionários do clube. Punido no final de janeiro por 90 dias, o dirigente ficou afastado do futebol por 26 dias, mas já está de volta aos trabalhos, agora como um dos responsáveis pela área administrativa da agremiação.

Benecy havia sido por três meses no futebol por causa de um suposto caso de compra de juiz na década de 80, contado pelo dirigente em um programa de televisão. Dias depois, o cartola foi afastado de sua função por motivos de licença médica, de acordo com o presidente Gilvan de Pinho Tavares, embora tenha sido visto tanto no centro de treinamento quanto na sede do clube. O auditor do Pleno do STJD, José de Arruda Silveira, foi o responsável por conceder o efeito suspensivo. O recurso ainda será julgado, mas ainda não tem data prevista.

O ex-diretor de negócios internacionais, Pedro Moreira, continuará no cargo de supervisor de futebol. Há oito anos no clube, Pedro conta com passagens pela Seleção Brasileira no currículo. No ano passado, Moreira foi supervisor geral das seleções de base, e acompanhou o desempenho dos garotos no vice-campeonato do Mundial sub-20, além do título no Sul-Americano Sub-15.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos