Entre mais promissores do mundo, meia do Grêmio evita euforia: "Tranquilo"

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Pedro Mello/ Aguante Comunicação

    Lincoln é parte do elenco principal do Grêmio desde os 16 anos e ganha espaço

    Lincoln é parte do elenco principal do Grêmio desde os 16 anos e ganha espaço

Em 2015 foi o jornal inglês The Guardian, neste ano o site Goal.com, ambos listaram os jogadores mais promissores do mundo atualmente. E nas duas relações está presente o meia Lincoln, de 17 anos, do Grêmio. Em  busca de espaço no time titular gaúcho, o meia se diz tranquilo com a expectativa de se tornar um talento de classe mundial. 

"Não procuro olhar muito o que sai na imprensa. Sou um cara tranquilo, fico mais na minha. Se meu nome está entre os mais valiosos, eu não sabia e é muito bom. Meu trabalho está sendo reconhecido não só aqui, mas lá fora também. E isso me faz não deixar cair e trabalhar me dedicando a cada dia mais", disse. 

Se fala muito em Lincoln no Grêmio. O meia tinha 15 anos quando conquistou Luiz Felipe Scolari em um treinamento. Felipão queria usar o jogador imediatamente e foi vetado pelo presidente Fábio Koff por questões legais. Com 16 anos virou titular logo nos primeiros treinamentos da pré-temporada, mas acabou indo para o banco por conta da pouca experiência. 
 
Após um período longe dos planos imediatos, Lincoln voltou com tudo neste ano. Em todas as chances que teve conseguiu mostrar muita técnica e visão de jogo. Mais forte fisicamente, ganha disputas e acumula bons jogos. Tanto que tem nome pedido pelos torcedores para virar titular no meio-campo gremista. 
 
"A gente tem que estar preparado para estar aqui no Grêmio, e eu estou. Se hoje recebo chances é com muito esforço e trabalho. Com 17 anos estou conseguindo mostrar meu futebol e provar que posso fazer parte do plantel. Meu trabalho é ajudar o Grêmio", disse. 
 
Lincoln sempre esteve à frente de sua categoria na base da seleção brasileira. Com 15 anos, por exemplo, já atuava na Sub-17. Hoje já foi chamado para a Sub-20 mesmo mais jovem que a maioria dos colegas. 
 
"Eu falei para meus familiares que o importante para mim neste ano era estar no grupo. Independente de estar entre titulares ou reservas, meu objetivo era ser utilizado. Fui pouco utilizado no ano passado, e agora tenho dedicação total para jogar. Se tiver que sair jogando ou entrar, vou mostrar o mesmo empenho. Estou nas mãos do treinador", disse. 
 
Contra o São Paulo-RS, em Rio Grande, Lincoln deve ter nova oportunidade como titular. O Grêmio optou por poupar uma série de titulares. Entre eles, Douglas que é dono do posto almejado pelo mais jovem atualmente. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos