Chelsea acerta parceria e cria primeira torcida LGBT do clube

Do UOL, em São Paulo

  • Toby Melville/Reuters

    Torcida é fruto de parceria do clube com associação de torcedores LGBT do Reino Unido

    Torcida é fruto de parceria do clube com associação de torcedores LGBT do Reino Unido

O Chelsea anunciou nesta terça-feira uma parceria para criar sua primeira torcida oficial LGBT.

O grupo é resultado de uma ação do clube com a Gay Football Supporters' Network (GFSN), entidade que representa torcedores homossexuais, bissexuais e transgêneros no Reino Unido.

Em nota oficial, o clube comemorou a iniciativa, que "preenche a visão de um clube e de uma comunicade que dá as boas-vindas a todas, independente de etnia, religião, opção sexual ou gênero".

Chelsea FC/Divulgação
Presidente da GFSN, Ed Connell é torcedor do Chelsea e presidirá também a torcida gay do clube
O presidente da GFSN, Ed Connell, é torcedor do Chelsea e presidirá também a torcida gay do clube. Na nota divulgada pelo clube, Connell se disse "imensamente orgulhoso" pela iniciativa.

"Tenho participado de campanhas contra a homofobia no futebol durante boa parte dos últimos 12 anos. Nos últimos sete ou oito anos, senti-me muito frustrado ao tentar fazer as pessoas perceberem que havia um problema. Então, para mim, ver essas coisas acontecendo é fantástico", declarou.

"As torcidas diferem de clube para clube. Mas o que queremos fazer aqui é estabelecer um comitê para fazer as coisas andarem, para darmos as boas-vindas a integrantes de perto e de longe", completou Connell.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos