Astro do United aponta jogo no Beira-Rio como maior de sua carreira

Rodrigo Garcia

Do UOL, em São Paulo

O estádio Beira-Rio, do Internacional, tem um significado especial para o astro da seleção holandesa e do Manchester United, Memphis Depay. Foi lá que o atacante fez história ao ser o jogador mais jovem a marcar um gol pela seleção de seu país, momento que ficou marcado em sua memória como o mais importante em sua carreira pela equipe nacional até aqui.

E não é para menos. A Holanda perdia por 2 a 1 para a Austrália pelo segundo jogo da fase de grupos da Copa do Mundo quando Depay foi acionado pelo técnico Louis Van Gaal, que atualmente está à frente do Manchester United. Em menos de 30 minutos, Depay deu assistência para Van Persie empatar a partida e, depois, marcou o gol que decretou a vitória e o recorde que ostenta com tanto orgulho.

"Entrei contra a Austrália e mudei o jogo. Foi um grande momento para mim. Também tive a chance de conhecer um país lindo, o país do futebol. A Copa do Mundo me inspirou a treinar mais, foi um momento em que tudo mudou para minha carreira", declarou o atacante, que tinha apenas 20 anos e quatro meses na ocasião, em entrevista ao UOL Esporte.

Após se destacar na Copa e, especialmente, pelo PSV, onde sagrou-se campeão holandês e terminou como artilheiro do torneio com 22 gols, Memphis foi adquirido pelo Manchester United por 30 milhões de euros (aproximadamente R$ 138,6 milhões na cotação da época) após um pedido pessoal de Louis Van Gaal, que havia trocado a seleção holandesa pelo clube inglês.

Andrew Couldridge/Reuters
Memphis Depay é uma das principais apostas do United para a atual temporada

Passados oito meses de sua chegada ao United, Depay ainda está se encontrando dentro do elenco inglês. De acordo com o atleta, ter diferentes tipos de jogadores, vindos de muitos lugares diferentes, é algo bacana e que faz com que sua experiência aumente. Com 34 jogos e apenas seis gols, Depay projeta um ano melhor na próxima temporada.

"Minha experiência está aumentando bastante, estou ficando mais esperto. Quanto mais eu jogo, mais esperto eu fico. Mas tenho certeza que o melhor ainda está por vir. Sei do que sou capaz, e coisas legais vão acontecer. Vou lutar por isso. Estou melhorando e me desenvolvendo. Sempre tento alcançar coisas a mais. Estou em busca de mais responsabilidades, lidando com situações diferentes dentro de campo. O Campeonato Inglês é o maior de todos e a Liga dos Campeões é enorme também. Sou feliz por poder disputá-las", concluiu o atacante. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos