Aos 31 anos, técnico mais novo do Paulista enfrenta sua inspiração: Tite

Rodrigo Garcia

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

    Renan Freitas (à esquerda) é o treinador do Oeste desde o final de 2015

    Renan Freitas (à esquerda) é o treinador do Oeste desde o final de 2015

O cargo de treinador de futebol é algo cobiçado por todos os amantes do esporte. Dentro de cada torcedor, existe aquele gestor de equipes que consegue encontrar a melhor forma de aproveitar os jogadores do clube do coração, aquele esquema tático perfeito para anular o adversário e aquela visão arrojada para contratar atletas que possam melhorar a equipe.

E foi confiando neste instinto que Renan Freitas, treinador do Oeste, começou a carreira no futebol. Aos 31 anos, o técnico é o mais jovem dentre os 20 que disputam a Série A do Campeonato Paulista. Mas engana-se quem pensa que isso é um demérito em relação aos treinadores mais experientes: Renan Freitas percorreu um longo caminho até chegar ao cargo.

"Eu trabalhava na gestora do Oeste. Foi rolando uma aproximação com o clube, eu expressei minha vontade de atuar no ramo. Comecei mais ou menos como um estagiário. Na minha cabeça, eu vi que dava (para ser treinador). Eu sou um cara que estudo muito o adversário, faço análises. Realmente o que eu falava acontecia", declarou Renan, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

A primeira função de Renan dentro do clube era fazer a parte de estudo de desempenho dos adversários. Desde 2006, o treinador dedicou-se a avaliar o posicionamento tático, as características dos jogadores e o trio de arbitragem que iria levar o confronto. Mas, em 2010, surgiu a oportunidade de aproveitar os conhecimentos teóricos na prática.

"Eu comecei a trabalhar como auxiliar técnico e fiquei o tempo todo com diversos treinadores que passaram pelo clube. No final do Brasileiro do ano passado, substitui o Roberto Cavalo após conversar com o presidente do clube. Eu achei que apareceu a chance antes até do que eu esperava, mas achei que era o momento certo de pedir uma chance", revelou Renan.

Pouca idade não é problema para treinador, que vê respeito dos atletas

Renan Freitas seguiu um caminho diferente do que é trilhado pelos técnicos dos clubes brasileiros. O treinador não teve carreira no futebol, como é comum entre os profissionais da área. Além disso, Renan tem apenas 31 anos, sendo mais novo que 64 atletas que disputam o Campeonato Paulista. Até mesmo dentro do elenco existem jogadores mais experientes que o treinador, como o veterano Marcelinho Paraíba, mas isso não é algo que intimida o treinador.

Reprodução/Site oficial do Oeste
Renan Freitas não vê problema em ser mais novo do que jogadores da sua equipe

"Não sinto dificuldade, não. Acho que para os jogadores acreditarem no que você está falando, não pode falar besteira. Você tem que passar situações de jogo que vão acontecer. O que me ajudou muito neste primeiro momento é que, quando assumi o cargo, já estava aqui como auxiliar, não vim de outro lugar. Eu já conhecia os atletas, tinha uma amizade e relacionamento bom. Os jogadores mais experientes do elenco são grandes jogadores e estão entendendo bem nossa nova proposta de jogo e método de trabalho", avaliou o treinador.

Trabalho de Tite serve como inspiração para Renan Freitas     

Neste sábado (27), o Oeste enfrentará o Corinthians, na Arena Itaquera, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. A partida marcará o encontro de Renan Freitas com sua maior inspiração no mundo do futebol: o técnico Tite.

De acordo com o jovem treinador, ele gosta de montar sua equipe baseada em um forte sistema de marcação, algo que o técnico gaúcho também aprecia. No entanto, Renan destaca o equilíbrio da equipe de Tite para exaltar o treinador.

"Gosto muito do jeito que o Tite joga. Ele consegue um time com muita marcação, pegada, mas ao mesmo tempo é um time bem ofensivo. Assisto bastante aos jogos dele, ele é um cara muito inteligente. Treinamos hoje pela manhã e, na verdade, é uma coisa que o Brasil inteiro quer fazer, que é anular essa fórmula de sucesso dele", salientou Renan, que finalizou sem avaliar o que espera para o seu futuro na profissão.

"Eu costumo sempre dizer que trabalho por etapas. Hoje, meu principal objetivo é sair da zona de rebaixamento e preparar o clube para se classificar. Chegando este momento eu vou pensar (no futuro), mas agora só penso neste momento", concluiu o treinador. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos