Após dez anos de Bahia, Ávine se despede com carta dedicada aos torcedores

Do UOL, em São Paulo

  • EC Bahia/Divulgação

    Ávine sofreu com lesões e jogou pouco pelo Bahia nos últimos anos

    Ávine sofreu com lesões e jogou pouco pelo Bahia nos últimos anos

Chegou ao fim o ciclo de Ávine no Bahia. O lateral-esquerdo teve seu contrato encerrado no último domingo, após dez anos defendendo as cores da camisa tricolor.

Nesta segunda-feira, Ávine soltou uma carta de despedida na qual agradece aos torcedores tricolores e fala sobre os momentos difíceis que passou nos últimos anos, marcados por graves lesões e mais recuperações fora de campo do que atuações dentro dele.

Formado nas categorias de base do clube tricolor e promovido ao time profissional em 2006, Ávine defendeu o Bahia em 231 partidas, marcou 17 gols e teve como ponto alto o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, em 2010.

Leia a carta na íntegra: 

Não sou muito bom em despedidas, nunca gostei, mas não poderia deixar de escrever para quem sempre esteve ao meu lado em todos os momentos desta minha trajetória no Esporte Clube Bahia: o torcedor.

Os últimos anos foram muito difíceis para mim. Não só por conta de tudo que aconteceu comigo fora de campo, mas a torcida do Bahia foi fundamental para a minha recuperação e volta por cima.

Busquei forças em Deus e hoje sou um profissional melhor e, principalmente, um homem melhor. Agradeço à torcida tricolor por tudo. Sem Deus, sem eles e sem a minha família, não teria chegado tão longe.

O Bahia faz parte da minha vida, da minha história. Ficar longe do Fazendão será uma tristeza para mim, mas estarei torcendo e vibrando com vocês sempre. Não deixarei de torcer nunca! Minha gratidão será eterna ao torcedor tricolor.

Não esquecerei nunca de tudo que vivi. Não só dos momentos bons, que foram muitos, mas dos ruins também, que serviram como aprendizado e crescimento. Se errei em alguns momentos, peço desculpas, mas tentei acertar sempre.

Infelizmente não renovei meu contrato e não guardo mágoa de ninguém por isso. Faz parte do futebol. Hoje estou recuperado, feliz, motivado e apto a exercer minha profissão no mais alto nível, e quero provar isso para todos que ainda duvidam disso.

Me despeço do Bahia de cabeça erguida, pela porta da frente.

Obrigado a todos por tudo!

BBMP

Ávine

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos