Presidente do Atlético-MG diz que crise adiou projeto de estádio próprio

Do UOL, em São Paulo

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

O desejo dos torcedores do Atlético-MG de o clube ter um estádio próprio terá que esperar mais um pouco. De acordo com o presidente da equipe mineira, Daniel Nepomuceno, a crise econômica brasileira fez com que os projetos fossem adiados.

"O Atlético tem que ter a casa dele. Não existe time grande no mundo sem uma casa. Estávamos em negociações avançadas com os investidores, já tínhamos analisado todos os projetos que deram errado no Brasil. Mas veio essa crise e adiou em um ano, um ano e meio esse projeto, porque não estamos conseguindo fechar a conta", explicou, em entrevista ao "Boa Noite, FOX", do FOX Sports.

No final do ano passado, o Atlético-MG havia dado um importante passo para a construção do próprio estádio. O clube conseguiu que o projeto desenvolvido pela Farkasvölgyi Arquitetura se tornou 'Utilidade Pública' para a prefeitura de Belo Horizonte. Com essa determinação da prefeitura de BH, a construção do estádio e demais obras, como centro de convenção e shopping center ficam livres de algumas exigências e contrapartidas, algo cobrado em todo grande empreendimento.

O Atlético-MG já conta com o terreno doado pela MRV Engenharia e já teve conversas com interessados em investir na construção do estádio, ainda sem nome. Para começar as obras o clube precisa levantar cerca de 50% do valor total, portanto, cerca de R$ 250 milhões.

Saída de Levir Culpi

Durante o programa, o presidente do Atlético-MG também falou sobre a saída de Levir Culpi do comando da equipe nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro de 2015. Para Nepomuceno, "houve algum desgaste e entendemos que deveria ocorrer a mudança".

O dirigente atribuiu ao treinador parte da responsabilidade pelo título do Campeonato Brasileiro não ter sido conquistado. "A responsabilidade é minha e do Levir, por não ter um banco de reservas mais forte. Isso foi uma responsabilidade dos dois. Se tivéssemos um elenco um pouco mais aprimorado, a gente chegaria mais longe. Acreditamos que aquele time de junho, julho, ia chegar até o final, e isso não aconteceu", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos