Palmeiras vacila muito mais que Corinthians em nova arena; confira tropeços

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras

    Palmeiras perdeu para a Ferroviária no domingo, no 10º revés do time no Allianz Parque

    Palmeiras perdeu para a Ferroviária no domingo, no 10º revés do time no Allianz Parque

O Palmeiras passa por um momento complicado na temporada, com apenas duas vitórias em oito jogos. A má fase está ligada diretamente ao retrospecto negativo do time alviverde no Allianz Parque. A equipe do técnico Marcelo Oliveira disputou três partidas na arena e ainda não venceu,

Neste domingo, o Palmeiras foi derrotado pela segunda vez no local -- o algoz dessa vez foi a Ferroviária, como foi o Linense há duas semanas. Desde a abertura do estádio, em novembro de 2014, o time disputou 41 partidas no Allianz Parque, com dez derrotas (quase 25% dos confrontos).

O desempenho, por exemplo, é bastante inferior ao do Corinthians na sua arena. Inaugurado em maio de 2014, o estádio recebeu 57 partidas do time alvinegro, que perdeu apenas quatro vezes -- ou 7% dos duelos no local.

O aproveitamento do Palmeiras no Allianz Parque é de 64,2%, com 24 triunfos, sete empates e dez derrotas. O Corinthians, por sua vez, conquista 80,1% dos pontos disputados -- no total, foram 42 vitórias, 11 empates e quatro derrotas.

No ano passado, o Corinthians foi eliminado de três competições em Itaquera: Paulistão, Libertadores e Copa do Brasil, diante de Palmeiras, Guaraní-PAR e Santos, respectivamente. O time alviverde disputou uma competição de mata-mata no Allianz e conseguiu levantar a taça da Copa do Brasil.

Dérbi nas arenas

O Palmeiras, porém, tem boas lembranças dos clássicos disputados na Arena Corinthians. O clube alviverde conseguiu eliminar a equipe corintiana na semifinal do Paulistão 2015, nos pênaltis, depois de um 2 a 2 no tempo normal. No Brasileirão passado, derrotou o rival por 2 a 0.

Mais dois clássicos foram disputados no Allianz Parque: o Corinthians venceu o primeiro por 1 a 0, em fevereiro do ano passado. No segundo semestre, os times empataram por 3 a 3 pelo Brasileirão. Novo duelo ocorrerá em abril no estádio do Palmeiras, em partida válida pela 14ª rodada do Paulistão.

Com Marcelo, menos força

O baixo rendimento do Palmeiras no Allianz Parque cai ainda mais com Marcelo Oliveira no comando do time: são 20 jogos, com 11 vitórias, três empates e seis derrotas, com aproveitamento de 60%.

Já Oswaldo de Oliveira comandou a equipe em 18 partidas, com 12 vitórias, três empates e três derrotas (72,2% dos pontos). Dorival Junior esteve à frente do Palmeiras nos dois primeiros jogos, diante de Sport (derrota por 2 a 0) e Atlético-PR (1 a 1), ainda em 2014. O interino Alberto Valentim treinou o Palmeiras na vitória sobre o Fluminense válida pelo Brasileirão 2015.

Confira as derrotas dos dois clubes nos estádios

Palmeiras

0 x 2 Sport (Brasileiro 2014)
0 x 1 Ponte Preta (Paulista 2015)
0 x 1 Corinthians (Paulista 2015)
0 x 1 Goiás (Brasileiro 2015)
0 x 1 Atlético-PR (Brasileiro 2015)
0 x 1 Ponte Preta  (Brasileiro 2015)
0 x 2 Vasco  (Brasileiro 2015)
0 x 2 Coritiba  (Brasileiro 2015)
1 x 2 Linense  (Paulista 2016)
1 x 2 Ferroviária (Paulista 2016)

Corinthians

0 x 1 Figueirense (Brasileiro 2014)
0 x 1 Guaraní (Libertadores 2015)
0 x 2 Palmeiras (Brasileiro 2015)
1 x 2 Santos (Copa do Brasil 2015)

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos