Já eliminado, Atlético-MG apenas empata com América-MG e complica o rival

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

A quarta-feira do Atlético-MG foi dividida em duas frentes. Atração principal foi o clássico com o América-MG, pela Primeira Liga, no Independência. Já eliminado, o técnico Diego Aguirre optou por escalar o time reserva mais uma vez e a Atlético apenas empatou na sua despedida do torneio. Dátolo e Rafael Bastos marcaram os gols da partida.

Resultado que em nada muda a sequência do Atlético, que já estava eliminado, após derrotas para Flamengo e Figueirense. Já o América chegou a 4 pontos e seque com remotas chances de classificação. A equipe treinada por Givanildo de Oliveira depende de uma série de outros resultados para chegar à semifinal.  

Como o Atlético jogou com os reservas, em campo estava apenas o equatoriano Cazares, quem não estava relacionado para o jogo treinou pela manhã, na Cidade do Galo. Inclusive o atacante Robinho, que segue um trabalho especial para recuperar o tempo parado. Até por isso, pelo Atlético não ter força máxima, o América foi melhor em campo em boa parte do jogo. O goleiro Giovanni, em noite quase perfeita, foi o grande jogador do Atlético no Independência.

Noite em que o camisa 20 do Atlético vai ficar marcado pela saída de bola errada, que possibilitou o gol do América, do que pelas grandes defesas que fez.

Fases do jogo: Um protesto na Rodovia MG10, que liga Vespasiano a Belo Horizonte, fez o Atlético se atrasar para o jogo com o América. A deleção atleticana tomou um caminho alternativo e chegou ao Independência faltando somente 55 minutos para o início do clássico. Pouco tempo para colocar o uniforme, aquecer e dar aquela última palavra antes de entrar em campo.

Motivo pela qual pode justificar um Atlético desatento nos instantes iniciais. Tanto que aos dois minutos o América já teve ótima chance, mas Bruno Sávio não aproveitou. O atacante foi mais esperto do que o zagueiro Edcarlos e do que o goleiro Giovanni, mas finalizou para fora, mesmo com o gol aberto.

Depois de falhar no primeiro lance, Giovanni foi o nome do Atlético na etapa inicial. O camisa 20 fez pelo menos mais duas boas intervenções, além de contar com a sorte, novamente em lance com Bruno Sávio. O atacante do América acertou a trave aos 43 minutos. Já o Atlético, mais uma vez com os reservas, até que colocou João Ricardo para trabalhar. O goleiro do América teve ótima recuperação em chute de Thiago Ribeiro, que contou com desvio na defesa americana. Mas nada suficiente para levar mais perigo ao gol do América, que apesar da igualdade no placar, foi bem superior no primeiro tempo.

Etapa final que começou com ótimas chances, para as duas equipes. Com diferença de menos de um minuto, os goleiros Giovanni e João Ricardo fizeram boas defesas. A diferença era um Atlético mais constante no campo de ataque. O resultado o gol de Dátolo, aos 17 minutos, em chute que também contou com desvio na defesa americana.

O Atlético criou outra boa chance em seguida, passava por seu melhor momento na partida, até que Giovanni saiu jogando errado e Rafael Bastos aproveitou muito bem. O meia do América marcou um golaço, num chute de muito longe. Mas o América precisa de mais para continuar com boas chances de classificação. Aos 33 minutos a expulsão de Thiago parecia ser o que a equipe americana precisava, mas não foi. Mesmo com um jogador a mais o América não conseguiu virar e está praticamente eliminado da Primeira Liga.

O melhor: Giovanni. O torcedor do Atlético pode tentar culpar o goleiro pelo empate, mas a verdade é que Giovanni salvou muito mais do que falhou.

O pior: Hyuri. Depois de bom começo com a camisa do Atlético, o meia teve mais uma atuação apagada.

Chave do jogo: Visão de Rafael Bastos. O meia do América percebeu o goleiro do Atlético adiantado e fez um golaço.

Para lembrar:

Clayton: Finalmente o atacante contratado junto ao Figueirense vai ser apresentado pelo Atlético. O jogador vai vestir a camisa do novo clube e dar entrevista nesta quinta-feira à tarde, na Cidade do Galo.

Mineiro: Antes da viagem para Santiago, no Chile, o Atlético joga com o Tombense, pelo Estadual. A partida vai ser no Independência, domingo, às 16h.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 1 AMÉRICA-MG

Data: 02/03/2016 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Motivo: 3ª rodada do grupo C da Primeira Liga
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Público: 6.403 pagantes
Renda: R$ 85.500,00
Árbitro: Arilson Bispo Anunciação (BA)
Assistentes: Carlos Henrique Selbach (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)
Cartões amarelos: Eduardo (CAM) Rafael Bastos, Jonas e Tony (AFC)
Cartão vermelho: Thiago (CAM)
Gols: Dátolo aos 18 min e Rafael Bastos aos 25 min do segundo tempo

ATLÉTICO-MG
Giovanni; Carlos César, Edcarlos, Tiago e Patric; Júnior Urso, Eduardo, Dátolo e Cazares; Hyuri (Gabriel, aos 34 do 2º) e Thiago Ribeiro (Pablo, aos 17 do 2º).
Treinador: Diego Aguirre.

AMÉRICA-MG
João Ricardo, Jonas (Ernandes, aos 37 do 2º), Alison, Sueliton e Bryan; Leandro Guerreiro, Pablo, Rafael Bastos e Tony; Osman (Maranhão, aos 41 do 2º) e Bruno Sávio.
Treinador: Givanildo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos