Toca no Calleri que é gol? Argentino cai de produção após bom início no SP

Do UOL, em São Paulo

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

Depois de cair nas graças da torcida são-paulina com um início arrasador e três gols em dois jogos, o atacante Jonathan Calleri perdeu rendimento com a camisa do São Paulo. Nesta terça-feira (1º), o argentino completou sete partidas sem balançar as redes.

O grito vindo das arquibancadas de "toca no Calleri que é gol" teve efeito pela última vez em 6 de fevereiro, quando o São Paulo enfrentou o Água Santa, pelo Campeonato Paulista. Na ocasião, o argentino marcou dois gols, na vitória por 4 a 0.

A partir daí, a titularidade passou a ser frequente para o argentino. Mas o rendimento despencou: nenhum gol e dois cartões amarelos em sete partidas, somando Libertadores e Campeonato Paulista.

O fraco desempenho não passou despercebido pelo técnico Edgardo Bauza que, ainda assim, afirma que o argentino é seu titular. "É um jogador que se recuperar o nível que o trouxe para cá, nos ajudará muito. Estando bem, é um jogador que sempre começar as partidas, porque gosto do seu nível".

Jonathan Calleri chegou ao São Paulo por empréstimo de seis meses. A Inter de Milão contratou o jogador do Boca Juniors, mas permitiu que o atacante permanecesse na América do Sul até o meio do ano, quando abrirão vagas de estrangeiro no elenco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos