Torcida tenta invadir gramado e semifinal da Copa da Grécia é interrompida

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

    Torcida do PAOK se revoltou após suposto pênalti não marcado aos 44min do 2º tempo

    Torcida do PAOK se revoltou após suposto pênalti não marcado aos 44min do 2º tempo

O primeiro jogo da semifinal da Copa da Grécia, entre PAOK e Olympiacos, nesta quarta-feira (2), foi interrompido aos 44 minutos do segundo tempo por motivos de segurança.

Os torcedores do PAOK se revoltaram com um suposto pênalti não marcado no finzinho do jogo, e começaram a atirar sinalizadores em direção ao gramado. Segundo a filial grega da rede CNN, houve tentativa de invasão pelos torcedores mais exaltados, o que levou à interrupção da partida.

O lance em questão aconteceu aos 44 do segundo tempo. O meia Robert Mark, que havia aberto o placar para os donos da casa, reclamou de pênalti do Olympiacos. Mark do PAOK acabou expulso na reclamação, o que gerou ainda mais revolta da torcida.

O incidente, porém, não foi o único da partida. O técnico da equipe de Atenas, o português Marco Silva, foi atingido nas costas por uma garrafa d´água arremessada pelos torcedores do time de Salônica. O jogo chegou a ser interrompido para atendimento de Silva.

 

 

No momento da paralisação, o Olympiacos vencia o jogo por 2 a 1. O primeiro gol dos visitantes, inclusive, foi marcado pelo veterano meio-campista Cambiasso. O meia David Fuster marcou o segundo dos visitantes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos