Após saída de Mourinho, Diego Costa 'renasce' e é o mais decisivo do Inglês

Do UOL, em São Paulo

  • Stefan Wermuth/Reuters

    Em 2016, Diego Costa tornou-se o jogador mais decisivo do Campeonato Inglês

    Em 2016, Diego Costa tornou-se o jogador mais decisivo do Campeonato Inglês

Desde que José Mourinho despediu-se de Stamford Bridge, não é só o Chelsea que entrou nos trilhos, Diego Costa parece outro jogador. Os números falam por si só.

Com Mourinho no comando, Diego Costa disputou 14 partidas no Campeonato Inglês, marcando apenas três gols e dando um par de assistências. Já nas seis partidas da fase de grupos da Liga dos Campeões, o brasileiro naturalizado espanhol fez mais um e deu mais dois passes decisivos. Além disso, no início de temporada, o atacante natural de Lagarto (SE) chamou mais atenção pelos cartões que pelo bom futebol.

Já sob o comando de Guus Hiddink, Diego Costa retomou sua melhor forma técnica e tornou-se o jogador mais decisivo da Premiere League desde o início do ano. Em pouco mais de dois meses, o atacante participou diretamente de 10 gols do Chelsea. Balançou as redes seis vezes e foram mais quatro assistências em nove partidas. Melhor que qualquer outro jogador do Campeonato Inglês. De quebra, ainda colocou a cabeça no lugar, diminuindo os atos de indisciplina em campo.

A "ressureição" de Diego Costa sob o comando de Hiddink fica mais evidente quando se lembra que ele ainda marcou mais dois gols e deu uma assistência na Copa da Inglaterra, além de um passe decisivo na Champions. Ou seja, neste momento, o camisa 19 passa longe do atleta indisciplinado e ineficiente do início da temporada europeia. O quanto a saída de José Mourinho pesou para essa mudança repentina, é difícil quantificar, mas os números não mentem: Diego Costa recuperou a boa forma.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos