Em primeira convocação, coronel Nunes se esquiva de pergunta sobre CPI

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

O coronel Antônio Nunes teve a sua primeira aparição pública como presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta quinta-feira. E, como acontecia com seu antecessor Marco Polo Del Nero, ele também não quis responder perguntas que não tinha relação com a convocação.

Ao ser questionado sobre a CPI do Futebol, o dirigente se recusou a responder.

"Vamos tratar aqui apenas do assunto da seleção brasileira. Fica a cargo do diretor de imprensa", falou.

O dirigente limitou-se a abrir a coletiva e passar a palavra ao diretor Gilmar Rinaldi, que deu informações sobre a programação dos jogos contra Uruguai e Paraguai. O presidente se mostrou desconfortável durante todo o tempo.

Nunes não atendeu a convocação da CPI na última quarta-feira. O senador Romário, presidente da comissão de inquérito, anunciou que acionará a Justiça para intimar o cartola.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos