Muricy paz e amor! Técnico ataca com piadas e apelidos nos bastidores

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    O técnico Muricy Ramalho comanda treinamento do Flamengo: fase light na Gávea

    O técnico Muricy Ramalho comanda treinamento do Flamengo: fase light na Gávea

Muricy Ramalho costuma dizer que o Rio de Janeiro lhe faz bem. E o dia a dia no Flamengo comprova isso. Se o técnico ficou conhecido pelo lado ranzinza em outros clubes, os primeiros três meses de Gávea expõem um comandante de bom humor e sempre com brincadeiras nos bastidores. Até as tradicionais patadas nas entrevistas coletivas saíram de cena.

O responsável por fazer o time rubro-negro dar alegrias ao torcedor tem uma relação de amor com a Cidade Maravilhosa. Muricy Ramalho fixou residência na Barra da Tijuca e bate ponto na praia diariamente. É o gás que precisa para trabalhar.

Se não abre mão da seriedade na hora do dever, ele brinca bastante em momentos reservados do elenco. Muricy conta causos do futebol, piadas e coloca apelido nos jogadores e em integrantes da comissão técnica.

Outro ritual é o de assistir a qualquer jogo pela TV. Seja onde estiver, principalmente nos restaurantes dos hotéis que recebem o Flamengo, ele pede para sintonizar no canal que transmita a partida no momento.

Muricy está definitivamente tranquilo. Foi assim também na passagem pelo Fluminense, onde só perdeu o bom humor quando se desgastou com a diretoria. A versão light só não abre mão do trabalho. As cobranças não param.

"Ele é um pouco ranzinza, mas é muito sério e profissional. Não tem brincadeira na hora do trabalho. Quando vestimos essa camisa a dedicação precisa ser total. O Muricy implantou uma maneira de fazer a equipe jogar. É uma outra cara e ficamos felizes em contar com a confiança dele", afirmou o atacante Emerson Sheik.

Até as patadas estão controladas. Muricy ficou conhecido pelo mau humor nas entrevistas coletivas. No Flamengo, o modelo paz e amor está em operação. Quase não se vê uma resposta atravessada. Só o que o tira do sério é o fato de o Rubro-negro não ter estádio para jogar por conta da Olimpíada e negociar com frequência partidas como mandante para fora do estado.

Ao que parece, o tema será o ponto mais delicado da relação na temporada, mas ainda longe de abalar o humor de Muricy. Os ventos do Rio de Janeiro realmente lhe fazem bem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos