Hiddink brinca e diz que Diego Costa precisa às vezes de "coleira"

Do UOL, em São Paulo

  • Franck Fife/AFP Photo

    Diego Costa tornou-se o jogador mais decisivo da Premiere League desde o início do ano

    Diego Costa tornou-se o jogador mais decisivo da Premiere League desde o início do ano

Com 10 gols e seis assistências nas últimas 14 partidas, Diego Costa tem sido fundamental para o Chelsea. Apesar disso, o técnico Guus Hiddink prometeu, em tom de brincadeira, "colocar uma coleira" no brasileiro naturalizado espanhol, porque teme perder o atleta por uma possível lesão por desgaste físico.

Neste sábado (05), o Chelsea enfrenta o Stoke City pelo Campeonato Inglês e Diego Costa estará em campo mesmo com um jogo de Liga dos Campeões se aproximando.

"Ele quer jogar sempre, mas eu preciso ter cuidado. Há sempre o perigo de ultrapassar. Às vezes eu tenho que colocá-lo na coleira", disse o comandante dos Blues.

A equipe de Diego Costa enfrenta o Paris Saint-Germain na quarta-feira (09), pelo jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões. Por esse motivo, Hiddink não deixará o atacante participar dos 90 minutos da partida contra o Stoke.

"Ele não vai fazer um jogo completo contra o Stoke City. Nós vamos monitorá-lo. Ele está em forma física perfeita, mas não devemos sobrecargá-lo nos jogos. O problema é que é difícil parar", destacou o treinador.

Sob o comando de Guus Hiddink, Diego Costa retomou sua melhor forma técnica e tornou-se o jogador mais decisivo da Premiere League desde o início do ano. Em pouco mais de dois meses, o atacante participou diretamente de 10 gols do Chelsea. De quebra, ainda colocou a cabeça no lugar, diminuindo os atos de indisciplina em campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos