Infantino quer líderes de futebol "mais torcedores e menos políticos"

Do UOL, em São Paulo

  • Clive Rose/Getty Images

    Infantino quer se aproximar dos torcedores

    Infantino quer se aproximar dos torcedores

Eleito presidente da Fifa no final de fevereiro, Gianni Infantino já anunciou uma de suas primeiras sugestões para modificar o futebol. O mandatário relembrou dos tempos em que ia de bermuda e camiseta aos jogos, diferente de hoje, em que precisa vestir terno e gravata.

"Eu acho que nós precisamos mudar isso. Os líderes do futebol precisam se tornar um pouco mais parecido com os torcedores e menos como os políticos. Se nos lembrarmos que todos nós começamos como os fãs de futebol, o jogo vai se tornar muito melhor", disse em entrevista ao site oficial da Fifa.

De acordo com o presidente, se o futebol não tivesse torcedores, não seria nada. É deste modo que Gianni pretende ganhar a confiança de todos os fãs de um dos esportes mais importantes do mundo.

"Sou um fã de futebol também. Eu sou como eles. Eu amo o jogo. Eu sei o que significa semanas viajar na semana para ir e ver o seu time favorito, porque eu fiz isso mesmo muitas vezes", comentou.

"Eu sei o que significa amar o futebol e siga uma equipe. Futebol sem os fãs não é nada. Precisamos que os jogadores e precisamos de os fãs, e eu acho que esses dois elementos têm sido negligenciados por muito tempo. Agora é hora de mudar isso. É hora de trazê-los e envolvê-los em tudo o que fazemos", acrescentou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos