Início de ano tumultuado volta a afastar Cássio da seleção brasileira

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Cássio terminou 2015 não apenas como campeão brasileiro, mas como um dos goleiros da seleção na última convocação da temporada. Mas, na nova lista apresentada por Dunga na quinta-feira, o ídolo do Corinthians voltou a ficar de fora. Uma consequência do início de ano tumultuado.

A transferência do Corinthians para o Besiktas-TUR esteve apalavrada em janeiro e Cássio chegou a avisar os colegas de equipe e comissão técnica que estava de partida para a Turquia. Na última hora, entretanto, desacerto em valores fizeram com que a venda fosse cancelada, a pedido da direção corintiana para ele.  O jogador, de forma surpreendente, embarcou para a pré-temporada nos Estados Unidos e seguiu no clube.

A forma física, entretanto, também o prejudicou. Na volta das férias, Cássio se apresentou acima do peso e precisou trabalhar dobrado para aprimorar a condição, a ponto de não atuar no primeiro jogo da Flórida Cup, contra o Atlético-MG.

Mais recentemente, um novo problema: com edema muscular na coxa esquerda, o goleiro perdeu duas partidas, contra o São Bento e o Oeste de Itápolis pelo Paulistão. Atuou normalmente, porém, pela Libertadores na quarta passada. 

Eleito o melhor goleiro do Brasileirão 2015, Cássio ainda não conseguiu exibir o mesmo nível na nova temporada. Ele falhou em um dos gols sofridos contra a Ferroviária, também pelo Paulista, e mostrou instabilidade em alguns momentos. O jogo contra o Santa Fe-COL na quarta passada, em que praticou duas defesas difíceis, talvez tenha sido seu melhor neste ano. 

Desde o início da carreira, Cássio luta para se firmar como goleiro de seleção. Ele recebeu a primeira oportunidade ainda garoto, em março de 2009, quando o treinador ainda era Dunga. Na gestão de Mano Menezes, voltou a ter oportunidades quando foi um dos grandes nomes da Copa Libertadores 2012. Foram dois chamados na época para um longo período sem ser lembrado.

Uma nova chance foi dada em outubro de 2015, mas ele aparentemente perdeu espaço outra vez. Alisson, Marcelo Gröhe e Diego Alves integrarão o elenco brasileiro nas Eliminatórias em março. Curiosamente, o jovem Matheus Vidotto, que atuou durante a lesão de Cássio, foi chamado para amistosos da seleção Sub-23.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos