Satisfeito, Aguirre chama a responsabilidade para fazer Atlético-MG brilhar

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

    Diego Aguirre, técnico do Atlético-MG

    Diego Aguirre, técnico do Atlético-MG

O presidente Daniel Nepomuceno e o diretor de futebol Eduardo Maluf entregaram o elenco do Atlético-MG a Diego Aguirre. Agora resta ao treinador montar a equipe conforme suas convicções. O próprio uruguaio reconhece que o trabalho da diretoria foi bem feito e assume a responsabilidade do que acontecer com a equipe de agora em diante.

A cúpula se movimentou e acertou seis contratações para a atual temporada – Hyuri, Erazo, Juan Cazares, Robinho, Junior Urso e Clayton. Em relação aos principais nomes do ano passado, apenas Jemerson e Giovanni Augusto não fazem parte do plantel mais. O balanço da ação atleticana no mercado de transferências é apontado como positivo pelo comandante.

"Estou muito satisfeito. Como treinador eu não posso pedir mais, sei que a diretoria, fez um grande trabalho, se esforçou para fazer muitas boas contratações. Agora nós que temos que mostrar no campo toda a expectativa, que eu tenho também, que é muito grande. É começar no domingo a mostrar um grande futebol e ir jogo a jogo, pois estão começando as coisas que vão marcar uma parte importante do nosso futuro", afirmou.

Daniel Nepomuceno também reconhece que, a partir de agora, o treinador é quem tem a incumbência de conquistar bons resultados com o elenco montado.

"Eu durmo muito mais tranquilo agora do que o Aguirre. Isso eu posso garantir para a torcida. O problema agora está mais com ele do que comigo", afirmou o mandatário, referindo-se sobretudo ao número de opções que há no elenco atualmente.

O número elevado de atletas é justificado pelo dirigente da seguinte forma. "Brincadeiras à parte, agora são os jogadores. Você tem um Campeonato Brasileiro com 38 rodadas, uma Copa do Brasil que termina praticamente na última semana do Brasileirão. Uma Libertadores que é uma surpresa. O Campeonato Mineiro que se torna quase obrigação pelo elenco e pela rivalidade que você tem. Então, este ano a gente conseguiu manter jogadores importantes e, ao mesmo tempo, reforçar com um nível técnico muito alto", concluiu.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos