Médico da seleção explica por que Marcelo não foi convocado por Dunga

Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

  • Tony Gentile/Reuters

O lateral esquerdo Marcelo não foi convocado por Dunga para os duelos contra Uruguai e Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. A lesão no ombro direito do jogador do Real Madrid foi o motivo que o técnico Dunga apontou para justificar a ausência. No sábado, porém, o atleta atuou pelo Real Madrid.

Neste domingo, o jogador falou ao Esporte Interativo e apontou um erro na comunicação entre a comissão técnica e ele para não ter sido chamado

Rodrigo Lasmar, médico da seleção, se eximiu de culpa e deixou claro que a ausência do lateral foi uma escolha de Dunga e Gilmar. "Ele me falou que não tinha treinado com o grupo lá, que provavelmente ainda não jogaria neste fim de semana e que, se tudo corresse bem, poderia se recuperar ao longo da semana seguinte. Passei exatamente isso para o Gilmar Rinaldi. A minha parte é só informar isso", afirmou ao UOL Esporte.

Segundo Marcelo, o médico da seleção foi procurado pelo jogador na véspera da convocação, que foi feita na última quinta-feira, para explicar a recuperação da lesão, que treinaria com o restante do elenco do Real Madrid e que mandaria notícias sobre sua condição após a atividade, mas a convocação acabou saindo antes deste aviso.

"Ele vem de um tempo parado, então isso tudo deve ser considerado. Acho que é importante que se saiba que ele não tinha dia certo para voltar a jogar. O que havia era uma expectativa. Ele ainda não tinha treinado e nem jogado. Mas esses critérios não são meus. Isso a gente passa, e o Dunga e o Gilmar definiram. Eu não sei quem vai ser convocado ou não. O que tinha sobre ele eu passei na véspera da convocação, que é quando a gente passa a posição de cada um para a comissão técnica. A definição é feita a partir disso. É considerado o tempo que o jogador está sem jogar e quando ele vai voltar, porque uma coisa é treinar e outra é jogar. Agora, quem pode dar mais explicações são o Dunga e o Gilmar. Já não é da minha área", declarou Lasmar.

Marcelo acabou voltando a jogar no sábado. Ele saiu do banco durante o segundo tempo na goleada do Real Madrid sobre o Celta de Vigo por 7 a 1, pelo Campeonato Espanhol.

Com relação ao pedido para que o jogador mandasse notícias na quinta-feira sobre o comportamento no treino, Lasmar esclareceu que aquela atualização em especial não seria determinante para a convocação. 

"A gente não fica esperando o jogador. A convocação tem hora marcada. Na véspera, eu passo o relatório de todos os jogadores. Se o treinador entender que vale a pena convocar alguém mesmo com um tipo de lesão ou que esteja parado por uma semana, aí é critério do treinador. Eu passei como o Marcelo se encontrava na quarta-feira, que era o que podia fazer. Conversei com ele na quarta. A partir disso, se ele tivesse sido convocado, era para ele ter me ligado na quinta me dizendo que treinou e se estava bem para seguir com o grupo. Como não foi convocado, é isso aí que ele falou. Mas se dá para esperar ou não é questão que não sou eu que defino", disse o médico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos