Menos chutões e mais posse de bola. Palmeiras reage antes da Libertadores

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras chegou neste domingo à marca de dez partidas oficiais na temporada quase sempre criticado pelo fraco desempenho em campo. Na vitória por 4 a 1 sobre o Capivariano, porém, o time alviverde reagiu e registrou os melhores números de 2016. 

O bom desempenho no primeiro triunfo em casa pelo Campeonato Paulista foi alcançado contra o último colocado do estadual. O time, entretanto, não havia convencido o torcedor diante de outras equipes bem inferiores tecnicamente, como o Oeste (0 a 0), Linense (1 a 2) e São Bento (2 a 2). 
 
O avanço veio em relação ao maior vilão da temporada: os lançamentos para o campo de ataque. A média antes do jogo deste domingo chegou a 46. Neste domingo, o Palmeiras recorreu à prática apenas 25 vezes.
 
O número é bastante inferior ao registrado pelo time na vitória por 2 a 0 sobre o Rosario Central-ARG, na última quinta-feira. Na ocasião, os jogadores do Palmeiras deram 52 lançamentos (veja os números abaixo).


Maior posse de bola faz o time bater recorde de passes

A partida contra o Capivariano também acabou marcada pela maior posse de bola do Palmeiras em 2016. O time alcançou 67% do tempo com a bola nos pés -- o número superou os 61% do empate com o São Bento, na segunda rodada do Paulistão.
 
"Gostei muito de desenvolvimento do time, da produção. O time foi mais consistente durante todo o jogo. Com a bola, tivemos a possibilidade de atacar bastante", ressaltou Marcelo Oliveira, que também ressaltou a fragilidade do adversário.
 
Com mais posse, o Palmeiras também bateu o recorde de passes em uma partida. No total, os jogadores palmeirenses trocaram 558, com índice de acerto de 94% -- diante do Rosario, foram 183 passes (84% completos). O bom desempenho nesse fundamento também foi mencionado pelo treinador.
 
"Esse é o objetivo desde que cheguei ao Palmeiras. Ficar com a bola, de rodar bem a bola. À medida que você está com a bola, quem corre atrás tem o desgaste muito maior. A gente está batalhando muito por isso. O fato é que quando você consegue ajustar o melhor time, isso sai naturalmente", afirmou.
 
O Palmeiras recebe o Nacional na próxima quarta-feira, no Allianz Parque, às 21h45. O time é líder do Grupo 2, com quatro pontos conquistados -- River Plate-URU e Nacional somam dois pontos, contra apenas um do Rosario Central.


Confira os números do Palmeiras nos últimos cinco jogos

Capivariano (4 x 1)
Lançamentos: 25 (12 certos)
Posse de bola: 67%
Passes: 558 (525 certos)
 
Rosario Central (2 x 0)
Lançamentos: 52 (12 certos)
Posse de bola: 35% 
Passes: 183 (154 certos)
 
Ferroviária (1 x 2)
Lançamentos: 56 (22 certos)
Posse de bola: 42%
Passes: 320 (279 certos)
 
XV de Piracicaba (4 x 1)
Lançamentos: 41 (15 certos)
Posse de bola: 47%
Passes: 271 (239 certos)
 
Santos (0 a 0)
Lançamentos: 38 (15 certos)
Posse de bola: 44%
Passes: 273 (246 certos)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos