Por contrato, Modric pagará R$ 2 bilhões se rescindir com Real Madrid

Do UOL, em São Paulo

  • Best Photo Agency & C / Pier Gia

    Meia croata trocou o Tottenham pelo Real Madrid em 2012

    Meia croata trocou o Tottenham pelo Real Madrid em 2012

O site Football Leaks, especializado em divulgar dados sigilosos de contratos de jogadores de futebol, tornou público nesta segunda-feira a documentação que vinculou o meia Luka Modric ao Real Madrid em 2012.

Segundo o site, o jogador assinou contrato na ocasião até 30 de junho de 2017 – compromisso já renovado por mais uma temporada. Pela negociação, o Tottenham (clube de Modric entre 2008 e 2012) recebeu 30 milhões de euros, mais incentivos.

O dado mais curioso do contrato fica por conta da indenização que o Real Madrid receberia em caso de rescisão antes de 2017. Se o jogador optar por encerrar seu vínculo prematuramente, deve pagar 500 milhões de euros (pouco mais de R$ 2 bilhões) ao clube espanhol.

Football Leaks/Reprodução
Clube espanhol exige indenização em caso de fim de contrato

Ainda de acordo com o documento divulgado, Modric recebeu 4,7 milhões de euros (R$ 19,3 milhões em valores atuais) em salários por ano até o fim da temporada 2014/2015. Desde a temporada 2015/2016, porém, os vencimentos subiram para 5,6 milhões de euros (R$ 23 milhões).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos