Bauza: "Farei o possível para chegar até julho e montar o time que quero"

Do UOL, em São Paulo

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

    Para o treinador, SP perdeu jogadores diferenciados que ainda não repôs no elenco

    Para o treinador, SP perdeu jogadores diferenciados que ainda não repôs no elenco

Edgardo Bauza já começa a sentir a pressão dos maus resultados até então à frente do São Paulo. Em entrevista à rádio argentina Continental, o treinador afirmou que tem como objetivo se sustentar no cargo até o meio do ano para conseguir montar a equipe que quer. Para ele, o tricolor perdeu alguns jogadores diferenciados que ainda não conseguiu repor no elenco.

A declaração foi dada quando questionado sobre a relação com os dirigentes do São Paulo. "Estão conscientes da realidade. Estamos em um processo de reconstrução da equipe. Espero chegar até julho para trazer dois ou três jogadores diferentes, como os que se foram e que hoje não temos. Temos bons jogadores, mas vamos tentar chegar até julho para formar o time que quero", afirmou o Patón, como é conhecido na Argentina.

"Quando tem uma equipe tão grande como São Paulo, temos que ter resultado. Temos que passar da fase de grupo da Libertadores e que avançar no Campeonato Paulista", acrescentou Bauza sobre a fase atual no Morumbi.

Em relação à partida contra o River Plate, às 19h30 desta quinta-feira (10), no Monumental de Nuñes, Bauza afirmou que caso o São Paulo perca o jogo terá que ganhar as quatro partidas restantes da fase de grupos para classificar-se ao mata-mata da Libertadores.

"Se perdermos contra o River, temos que ganhar as outras partidas. Teremos que conseguir os 12 pontos", afirmou Bauza.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos