Corinthians chega ao Paraguai e despista sobre favoritismo contra Cerro

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA

    Corinthians joga no Paraguai para manter liderança do grupo na Libertadores

    Corinthians joga no Paraguai para manter liderança do grupo na Libertadores

O Corinthians chegou na manhã desta terça-feira à cidade de Luque (Paraguai), na região metropolitana de Assunção. Na quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), a equipe paulista enfrenta o Cerro Porteño em jogo pela terceira rodada do Grupo 3 da Copa Libertadores da América.

Pela frente, o Corinthians tem um time irregular. No Torneio Apertura do Campeonato Paraguaio, o Cerro é apenas o oitavo colocado (entre 12 equipes), com três vitórias e cinco derrotas em nove jogos. Na Libertadores, a equipe paraguaia tem quatro pontos em duas partidas.

A má fase do adversário, no entanto, é encarada com cautela pelos corintianos. "A gente sabe que a Libertadores é diferente, (então) nem leva em consideração os resultados do Cerro", afirmou o meia Guilherme, em entrevista à ESPN Brasil.

Rodriguinho é mais otimista, mas também evita falar em favoritismo. "Vamos tentar tirar proveito dessa má fase que eles estão vivendo e fazer nosso melhor", afirmou o meia, também à emissora.

O camisa 26, porém, demonstra empolgação com a oportunidade de atuar na partida fora de casa pela Libertadores. O jogo vale a liderança do grupo.

"Nunca joguei por aqui, mas o Tite sempre passa direitinho para a gente", afirmou. "Jogo de Libertadores tem um gostinho especial, mais pegado. Eu gosto desse tipo de jogo. Vamos ver como é a pressão da torcida adversária", declarou também.

A partida é a primeira do Corinthians após a derrota por 2 a 0 para o Santos pelo Campeonato Paulista, a primeira da equipe em jogos oficiais pela temporada. O tropeço, porém, não abala os jogadores.

"A gente sabe que uma hora tem que perder. A gente perdeu em um momento ruim, por ser um clássico, mas bom porque estamos com a pontuação muito boa", afirmou o zagueiro Felipe.

"Perdemos na hora em que podíamos perder. Lógico que ninguém fica satisfeito, (mas) é um campeonato diferente", reforçou Rodriguinho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos