Dunga avalia que Thiago Silva causaria desconforto na reserva da seleção

Do UOL, em São Paulo

  • IAN LANGSDON/EFE/EPA

Treinador da seleção brasileira, Dunga explicou, nesta terça-feira (08), os motivos que têm para não convocar o zagueiro Thiago Silva, do Paris Saint-Germain. De acordo com ele, que falou ao Esporte Interativo no Santiago Bernabéu, após partida do Real Madrid na Liga dos Campeões, ele poderia causar desconforto na reserva da seleção.

"É um jogador que, se trouxermos para ficar no banco, não vai ficar contente. Se for para trazê-lo para jogar direto, não terá problema", disse.

"Acho que jogador de seleção brasileira tem de assumir suas responsabilidades. Eu os trato como jogadores e homens. Essa história de 'paizão' e não sei o que... tenho meus filhos em casa", completou, a respeito da sua relação com os convocados.

Thiago Silva não é lembrado por Dunga desde a Copa América de 2015 – na oportunidade, cometeu pênalti que decorreu na eliminação do Brasil do torneio. Poesteriormente, o zagueiro questionou quando foi sacado do time titular e perdeu a braçadeira de capitão para Neymar. O treinador nega que isso o influencie.

"Não posso falar com jogadores pela imprensa. Só levo em consideração o que falam diretamente para mim. Tenho total abertura. Não quero ter razão, quero ganhar". 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos