Justiça manda Santos apresentar todas propostas recebidas por Neymar à DIS

Vinícius Segalla

Do UOL, em São Paulo

  • Matt Dunham/AP Photo

    Fundo detentor de 40% dos direitos econômicos do jogador quer saber quanto o Real Madrid ofereceu pelo atleta

    Fundo detentor de 40% dos direitos econômicos do jogador quer saber quanto o Real Madrid ofereceu pelo atleta

Uma decisão em segunda instância da Justiça de São Paulo determina que o Santos Futebol Clube apresente dentro de uma semana todas as propostas recebidas no ano de 2013 para venda e transferência do atacante Neymar a algum outro clube estrangeiro. Quem entrou na Justiça solicitando a apresentação dos documentos é o fundo de investimentos DIS, que era o dono de parte (40%) dos direitos econômicos do atacante Neymar

Os integrantes do fundo acusam Neymar e seu pai de esconder os reais valores da transferência de Neymar do clube santista para o Barcelona, e assim não lhes pagar os 40% a que tinham direito.

Assim, o DIS quer ter acesso aos valores propostos ao Santos para, em primeiro lugar, confirmar que o valor da transferência é mesmo aquele que os clubes catalão e da Baixada Santista anunciaram publicamente e, em segundo, para confirmar que a proposta do Barcelona que por fim tornou-se a vitoriosa foi mesmo a mais vantajosa financeiramente entre todas as ofertas existentes. Isso porque, caso não seja, o fundo de investimento poderá tentar ampliar o valor que pleiteia na Justiça espanhola pela transferência do jogador. 

Nos tribunais espanhois, o DIS afirma que o Santos está lhe devendo cerca de 35 milhões de euros (pouco mais de R$ 150 milhões) pela negociação de Neymar. Em seu pedido na Justiça brasileira, o fundo pede que o Santos apresente as propostas que recebeu em 2013 dos clubes Real Madrid e Barcelona, a fim de compara-las.

Os desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo que julgaram o caso em segunda instância, porém, não apenas atenderam o pedido do fundo, como determinaram que toda e qualquer oferta recebida pelo Santos pela transferência do jogador, seja do clube que for, seja apresentada pelo Santos, conforme é possível ler no acórdão do processo, publicado pela Justiça paulista nesta terça-feira:

"Determino ao requerido (Santos Futebol Clube) que apresente as cópias de todas as propostas recebidas para a contratação do jogador Neymar Jr., no prazo de 7 dias, ficando autorizada a extração de cópias pela requerente (DIS), no prazo de 10 dias.

Para sustentar sua decisão, os desembargadores lembraram do fato de que a transferência de Neymar para o Barcelona é alvo de mais de um processo na Justiça, por existirem indícios de ilegalidades e até crimes tributários eventualmente cometidos na negociação: 

"Não se pode perder de vista as suspeitas de inúmeras irregularidades na transferência do atleta para o clube espanhol, que estão sendo objeto de investigação pelas vias adequadas, inclusive através de denúncias feitas pela apelante (DIS), conforme amplamente anunciado na mídia."

O Santos Futebol Clube ainda tem direito de contestar a decisão judicial por meio de recurso específico (embargo de declaração). O fundo de investimento entrou também com ação judicial semelhante contra Wagner Pedroso Ribeiro, empresário do atleta, e teve o mesmo direito, de receber as propostas de transferência de Neymar, reconhecido em primeira instância, pela 6ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos