Magrinho, Adriano Imperador embarca e diz que pretende ficar 2 anos nos EUA

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

Ex-atacante de Inter de Milão, Flamengo e Corinthians, Adriano Imperador embarcou na noite desta terça-feira (08) para os Estados Unidos, onde defenderá o Miami United. Ainda no aeroporto, visivelmente "magrinho", disse que pretende ficar dois anos por lá - e não descartou a possibilidade de se aposentar no Brasil.

"Acredito que vou ficar nos EUA dois anos, depois volto para o Brasil", afirmou. "Mas, de repente, posso ficar mais do que isso e voltar depois. Ainda tenho de ver direitinho", completou, a despeito de seu contrato como atleta ter validade apenas até o fim de 2016.

Imperador também comprou 40% do clube norte-americano em janeiro deste ano, e diz estar empolgado com o novo projeto. O Miami United pertence à liga NPSL, considerada a quarta maior dos Estados Unidos - a emergente MLS é o principal torneio do país.

O jogador terá participação nas receitas do clube e um salário acordado em aproximadamente R$ 40 mil, pela função de atleta. Os 60% restantes do time pertencem ao italiano Roberto Sacca, responsável por administra-lo. O cartola, que assume condição de presidente da equipe, é fã declarado do atacante. 

"O que me motivou foi saber que o presidente é italiano. Para o meu futuro também vai ser muito bom. Acho que está dando muito certo. Estou muito motivado também para começar a jogar. Faz tempo que estou parado. Agora é bola para frente, estou feliz, espero que dê tudo certo". 

Adriano não entra em campo desde abril de 2014, quando atuou pelo Atlético-PR. Apesar disso, mostrou-se em forma: "tenho corrido na esteira, na academia. Mantendo dieta também, não é? Sabia que tinha de voltar magro, porque depois para perder é mais complicado. Assim é mais fácil". 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos