Torcedores do Atlético de Madri em grupo neonazista são presos na Espanha

Do UOL, em São Paulo

  • Cuerpo Nacional de Policía/Divulgação

    Polícia espanhola apreendeu diversas armas com indivíduos presos

    Polícia espanhola apreendeu diversas armas com indivíduos presos

Agentes da polícia nacional espanhola prenderam nesta terça-feira 16 pessoas - entre as quais estão membros de torcidas organizadas do Atlético de Madri - acusadas de múltiplos crimes com motivação neonazista, segundo o jornal As.

Entre os 40 delitos cometidos pelo grupo estão ameaças, coerções, lesões corporais, brigas, danos à propriedade, desordem pública, roubos violentos, intimidação e outros crimes contra direitos fundamentais.

Segundo o jornal, as ações violentas do grupo "aumentaram consideravelmente" nos últimos meses, principalmente "contra jovens de ideologias contrárias ou motivadas por algum preconceito".

Junto aos detidos, foram encontradas armas brancas, pistolas, sprays de defesa pessoal e uma extensa simbologia de extrema-direita.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos