Após cobrança, Inter propõe acordo a time argentino em dívida por promessa

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Alexandro Lops/Divulgação/Inter

    Carlos Martin Luque custou R$ 6,6 na cotação da época. Inter deve 800 mil dólares

    Carlos Martin Luque custou R$ 6,6 na cotação da época. Inter deve 800 mil dólares

O Internacional propôs um acordo para quitar dívida de 800 mil dólares (R$ 2,9 milhões na cotação atual) junto ao Colón-ARG. O time de Santa Fé cobra a quantia referente à última parcela do negócio envolvendo Carlos Martin Luque, contratado há quase dois anos.

A oferta foi feita no mês passado, quando um representante do Colón esteve em Porto Alegre. A comitiva topou os termos e levou minuta contratual para análise na Argentina. A resposta é aguardada até o final deste mês.

O Inter ofereceu quitação parcelada do valor. E com cotação diferente da atual. O Colón, que chegou a ameaçar ação junto à Fifa, aceitou o modelo do negócio.

Em maio de 2014, quando da transferência, o dólar tinha cotação flutuando perto dos R$ 2. Agora, oscila entre R$ 3,50 e R$ 4. A fixação de câmbio tem sido uma exigência do Inter para fechar acordos de quitação de dívida.

Contratado em maio de 2014, Luque custou US$ 3 milhões (R$ 6,6 milhões na cotação da época). O investidor Delcir Sonda bancou as primeiras parcelas junto ao Colón, mas a última ficou sendo responsabilidade do Inter. O título venceu e o Colón afirma que jamais foi atendido para qualquer diálogo. Até agora.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos