Ancelotti diz que tentar parar Messi é impossível: "Não importa a tática"

Do UOL, em São Paulo

  • JAVIER SORIANO/AFP

    Carlo Ancelotti elogiou Lionel Messi e explicou a melhor forma de tentar marca-lo

    Carlo Ancelotti elogiou Lionel Messi e explicou a melhor forma de tentar marca-lo

O treinador Carlo Ancelotti, que assumirá o comando do Bayern de Munique na próxima temporada, esteve à frente do Real Madrid nos últimos anos e teve a árdua tarefa de encontrar uma forma de parar Lionel Messi, astro do Barcelona.

Em entrevista ao jornal Sina Sports, o treinador italiano explicou, em sua avaliação, qual a melhor forma de parar o argentino, cinco vezes eleito o melhor jogador do mundo da Fifa.

"Posso dar algumas diretrizes como treinador. Uma defesa homem a homem contra ele é muito complicada, o marcador precisaria atuar em um nível muito alto. A melhor maneira de limitar Messi requer um grande esforço de toda a equipe, diminuindo a distância entre as linhas e evitando que ele receba a bola", avaliou Ancelotti, que acrescentou.

"É importante colocar um número alto de jogadores no meio-campo para destruir este setor do Barcelona, impedindo que eles joguem com liberdade seu futebol. Isso também reduziria as opções do Messi e a probabilidade de que a bola chegue até ele, ainda mais em regiões em que ele mais poderá causar dano. A equipe deve estar unida, concentrada e não cometer nenhum erro."

O treinador italiano, que já teve sob seu comando experientes zagueiros como Nesta, Sergio Ramos e Maldini, continuou explicando qual seria a melhor forma de instruir seus defensores a parar o atacante argentino.

"Sabemos que ele sai das costas dos defensores para vir ao meio campo, então os volantes precisam pressionar para interferir nas jogadas e deixa-lo preso nas laterais, porque conforme ele vai se aproximando da frente da área ele se sentirá confortável para chutar com a perna esquerda", destacou Ancelotti.

No entanto, o treinador ressaltou que não adianta prestar atenção apenas em Messi e acabar esquecendo outros jogadores que poderiam desequilibrar a partida, como Neymar e Suárez.

"Fazendo tudo isso que falei, podemos ter outro problema, que é o Barça ter mais armas. Se você colocar toda sua atenção em Messi e focar toda sua defesa nele, o perigo poderá chegar por meio de outros jogadores. Como disse, o esforço de toda a equipe é vital quando se enfrenta o Barcelona", salientou Ancelotti, que finalizou.

"Minha conclusão é que, se o Messi estiver 100% no aspecto físico, tentar para-lo é impossível, não importa quem seja o treinador, não importa a tática e nem a estratégia defensiva. O talento imenso de Messi impede a seus oponentes se anteciparem, assim não há forma de controla-lo", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos