Crítica sobre atuações em finais irrita Di María: "Dói dizerem que me c..."

Do UOL, em São Paulo

  • Juan Mabromata/AFP Photo

A pressão para que a Argentina conquiste um título com a equipe profissional tem incomodado Di María. Em entrevista à rádio argentina "LT3", o meia afirmou que os jogadores são os primeiros a querer encerrar o jejum de 23 anos e se mostrou incomodado com as críticas sobre seu desempenho em finais.

"Dou risada porque senão tenho que chorar. Me dói muito (as críticas), porque ouço muita bobagem, como que não quero jogar finais, que me c..., e isso me irrita, porque nós somos os primeiros a querer conquistar um título. Seria um feito incrível conquistar um título com a seleção principal", afirmou.

O último título da equipe profissional da Argentina aconteceu em 1993, quando a equipe derrotou o México na final da Copa América. Recentemente, a seleção foi finalista da Copa do Mundo de 2014 e da Copa América de 2015, mas perdeu ambas na decisão.

"Temos que continuar da mesma maneira e quando chegar esses momentos, pedir a Deus para que as coisas saiam da melhor maneira possível", continuou.

Aos 28 anos, Di María admitiu que a Copa do Mundo de 2018 será a última chance da geração dele, Messi, Mascherano e Tevez de conquistar o Mundial.

"Sim, por causa da idade, acho que é a última chance para que esses jogadores possam conquistar o Mundial. Chegamos muito perto tanto na Copa do Mundo quanto na Copa América e nos doeu muito. Agora, trataremos de fazer o melhor possível como sempre. Somos os primeiros a querer conquistar algo e nos dói chegar lá e não ser capaz de conseguir", completou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos