Sábado teve dose tripla: veja o que Diego Costa já fez e por que é odiado

Do UOL, em São Paulo

Diego Costa é um ótimo atacante - disso pouca gente duvida. Mas também é consenso que ele tem um comportamento pra lá de questionável em um campo de futebol, o que já lhe deu a fama de "odiado" na Inglaterra.

No último sábado, na derrota do Chelsea para o Everton na Copa da Inglaterra, ele acrescentou mais uma polêmica à sua extensa lista, e em "dose tripla": aplicou uma cotovelada no volante Barry, deu uma "quase mordida" no pescoço do mesmo rival e ainda cuspiu no chão ao ser advertido pelo árbitro.

 

Discussões com zagueiros e juízes, lances ríspidos e por vezes até maldosos, provocações e agressões fora do lance são alguns itens do repertório de Diego para atazanar seus oponentes. O mesmo talento que o centroavante mostra para fazer gols também é usado para colecionar controvérsias.

O mais incrível é que a expulsão de Diego contra o Everton foi a primeira dele com a camisa do Chelsea, para espanto da imprensa britânica. Mas isso não quer dizer que ele nunca foi suspenso: no ano passado, o juiz não viu sua agressão ao zagueiro Koscielny, do Arsenal, mas a Federação Inglesa deu a ele um gancho de 3 jogos posteriormente.

Nesta semana, o volante Marco Verratti, do PSG, já disse que Diego Costa usa "táticas de guerra" para vencer os jogos. Alguém discorda?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos