Após 42 lesões em nove anos, francês vê recuperação melhor fora do Arsenal

Do UOL, em São Paulo

  • Olly Greenwood/AFP Photo

    Diaby defendeu o Arsenal entre 2006 e 2015, mas com poucos jogos no período

    Diaby defendeu o Arsenal entre 2006 e 2015, mas com poucos jogos no período

O meio-campista Abou Diaby defendeu o Arsenal por nove anos, entre 2006 e 2015, mas pouco entrou em campo – foram apenas 125 jogos, média de 13,8 jogos por temporada. O motivo: o excesso de lesões neste período.

Enquanto esteve no clube londrino, o francês se lesionou 42 vezes, praticamente uma a cada três jogos. Porém, ele assegura que a situação é diferente agora que deixou a equipe.

Desde o início da temporada, Diaby defende o Olympique de Marselha. O meia ainda não chegou a estrear pelo clube, mas afirma que o departamento médico da equipe francesa compõe um cenário bem mais favorável à sua recuperação do que o que tinha à disposição na Inglaterra.

"É hora de virar a página. Nunca estive tão próximo de um retorno, e sinto-me bem", disse Diaby, em declarações reproduzidas pelo jornal inglês Metro. "Não poderia encontrar uma ajuda médica melhor que a que eu encontrei em Marselha. Os métodos são diferentes no Arsenal e no Olympique. É essencial que o método funcione", acrescentou.

Apesar da comparação nada favorável ao Arsenal, Abou Diaby negou que as questões médicas tenham sido preponderantes para definir sua saída.

"Passei nove anos na Inglaterra. Eu queria mudar de ambiente, e acho que isso ajudou em meu retorno", argumentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos