Inter usará bolada paga pelo EI para buscar reforços; Teo ainda é 'sonho'

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Andre Penner/AP Photo

    Inter já recebeu os R$ 13 milhões do grupo Turner e pode usá-los para ter Teo Gutierrez

    Inter já recebeu os R$ 13 milhões do grupo Turner e pode usá-los para ter Teo Gutierrez

O novo contrato de TV fechada vai impactar diretamente no dia a dia do Internacional. É que o clube já botou a mão nos R$ 13 milhões pagos pelo Esporte Interativo, do grupo Turner, como luvas e usará grande parte deste valor para buscar reforços. A prioridade segue sendo um atacante e o colombiano Teo Gutierrez continua no topo da lista de opções do momento.

Foi com o acordo selado, dinheiro depositado, que o Inter voltou a se mexer no mercado. Há duas semanas, o departamento de futebol levantou novos alvos e iniciou contatos.

Na última segunda-feira, o Colorado anunciou aos conselheiros o contrato de dois anos (2019/2020) com o Esporte Interativo. Horas antes, montou um plano de negócio para contratar Teo Gutierrez junto ao Sporting, de Portugal.

A ideia do Internacional é envolver um de seus jogadores para diminuir a pedida dos portugueses. Teo foi contratado em 2015 por 3,4 milhões de euros (R$ 13,6 milhões), mas o time gaúcho sonha com uma transferência onde pague no máximo 2 milhões de euros (R$ 8 milhões).

Além do valor, o Colorado poderá tentar parcelar os valores junto ao Sporting. Desta forma, teria recursos para negociar a contratação de um meia. Michel Bastos é o nome preferido dos dirigentes e do técnico Argel Fucks.

O substituto de Alisson, vendido para Roma-ITA e que deixa o Beira-Rio em julho, chegará justamente com uso dos milhões envolvidos na transferência dele. Danilo Fernandes, do Sport, Weverton, do Atlético-PR, e Marquesin, do Santos Laguna-MEX, são as opções analisadas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos