Nenê ganha campanha de torcedores por seleção e tem apoio até de Galvão

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação / Instagram

    Piloto Felipe Massa (e), Nenê (c) e Galvão Bueno (d) em jantar descontraído

    Piloto Felipe Massa (e), Nenê (c) e Galvão Bueno (d) em jantar descontraído

Aos 34 anos, Nenê é um jogador praticamente realizado. Financeiramente estabilizado, com uma década de rodagem pela Europa e ídolo de uma das maiores torcidas do Brasil, o meia está em busca de seus últimos objetivos: ser campeão pelo Vasco e obter uma convocação para a seleção brasileira, sonho este que já o fez até mesmo recusar um processo de naturalização para atuar pela França.

Comovidos com o desejo de seu camisa 10, torcedores vascaínos criaram há mais de um mês a campanha #nenenaseleção, em hashtags que estão sendo postadas nas mais variadas redes sociais e que ganharam seu ápice perto da convocação feita pelo técnico Dunga na semana passada, quando o meia não foi lembrado para os jogos com Uruguai e Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Entre os que já manifestaram apoio pelo jogador está Galvão Bueno e os participantes de seu programa, o "Bem, Amigos!", do Sportv. Nas últimas edições, o nome de Nenê foi citado, inclusive quando o próprio foi convidado.

"Eu ainda tenho condições de poder atuar. Claro que o Dunga tem as prioridades dele, e para a Copa do Mundo, ficaria um pouco complicado para mim, mas pelo momento...Seria possível, mas eu não sei. Eu tenho que acreditar. Para o jogador de futebol, principalmente o brasileiro, é o maior sonho da carreira", disse na ocasião da participação.

Pesa contra Nenê a questão da idade. Na Copa do Mundo da Rússia, em 2018, o meia terá 37 anos. O vascaíno, no entanto, tem como argumento para rebater seu alto desempenho físico de acordo com a fisiologia cruzmaltina e a grande sequência de jogos, já que desde quando chegou ao clube, em agosto de 2015, só ficou de fora em apenas duas partidas, uma sendo poupado e a outra por suspensão.

Este ano, Nenê marcou cinco gols em nove jogos e lidera quatro fundamentos nas estatísticas do Campeonato Carioca: assistências, finalizações, dribles certos e cruzamentos corretos.

No total pelo Vasco, ele soma 31 jogos e 14 gols. Em janeiro, ele renovou seu contrato até o fim de 2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos