Palmeiras aciona Conmebol contra ato racista em jogo no Uruguai

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Torcedor do Nacional imita macaco em frente a Gabriel Jesus

    Torcedor do Nacional imita macaco em frente a Gabriel Jesus

O Palmeiras enviou nesta sexta-feira à Conmebol um vídeo contendo ato racista envolvendo um torcedor contra Gabriel Jesus. Na segunda etapa da partida Nacional x Palmeiras, em Montevidéu, no Uruguai, um homem levantou na arquibancada e imitou macaco em direção ao atacante do time paulista.

O clube também se manifestou e lamentou o fato ocorrido contra o jogador. Além disso, o Palmeiras confirmou que as imagens foram encaminhadas à entidade por meio do delegado da partida.

"A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público para repudiar os atos racistas cometidos contra o atleta Gabriel Jesus na noite da última quinta, em Montevidéu. O clube reitera que condena quaisquer práticas que discriminem seres humanos por sua raça, cor, etnia, religião, gênero ou procedência nacional. Informamos que, por meio do delegado da partida, encaminhamos as imagens para a Confederação Sul-Americana de Futebol a fim de que se tome as providências cabíveis", disse o clube via assessoria de imprensa.
 
O vídeo do jogo será analisado pela entidade que controla o futebol da América do Sul. Recentemente, a Conmebol apresentou seu novo estatuto, em que promoverá ações mais duras contra atos racistas.
 
O clube também falou sobre o ocorrido em seu Twitter oficial. "O Palmeiras coletou imagens dos atos racistas ao atacante Gabriel Jesus na partida de quinta (17) e enviou aos responsáveis da Conmebol. Ainda no jogo, dirigentes do clube foram até o delegado do confronto para que o caso fosse relatado na súmula", disse o clube.
 
O fato ocorreu no segundo tempo do confronto. Gabriel Jesus chegou a reclamar com o árbitro do jogo. O equatoriano Carlos Vera, entretanto, não paralisou a partida, que já estava 1 a 0 para o Nacional. Os outros jogadores do Palmeiras, possivelmente, não viram a cena, e, dessa forma, não chegaram a reclamar.

Após a partida, o técnico Cuca falou sobre o assunto. "Só tem a lamentar. São atitudes erradas. Tem tanta coisa errada que se a gente for falar, melhor deixar para lá", comentou o treinador ao canal Fox Sports.

O volante Gabriel também lamentou o fato e disse que o clube deve se manifestar sobre o caso. "É lamentável, isso não pode acontecer. Acredito que o Palmeiras tomará providências. Isso é lamentável, somos todos iguais", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos