Lava Jato investiga repasse de R$ 50 mil a sócio de bar no Beira-Rio

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação Inter

A Polícia Federal anunciou, nesta terça-feira (22), que investiga um pagamento realizado a Douglas Franzoni Rodrigues em novembro de 2014. O nome dele aparece em uma lista divulgada na abertura da 26ª fase da Operação Lava Jato. O empresário é sócio do Red Bar, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

A PF divulgou uma suposta lista de pagamento da Odebrecht e lá, aparece o nome de Douglas ao lado de um repasse de R$ 50 mil. O dinheiro teria sido entregue em um hotel, em Brasília.

De acordo com a Rádio Gaúcha, Douglas Franzoni Rodrigues foi conduzido coercitivamente nesta terça-feira e já prestou depoimento à PF.

O Red Bar foi uma das primeiras lojas inauguradas no chamado 'Beira-Rio Street Mall'. O setor comercial do Beira-Rio foi criado pela Brio, SPE (Sociedade de Propósito Específico), após a reforma visando os jogos da Copa do Mundo de 2014.

O Street Mall foi lançado em agosto de 2013, com ideia de obter 44 lojas no térreo do estádio. O red Bar foi inaugurado em novembro do ano passado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos