Atlético-PR denunciará à polícia responsáveis por emboscada, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético-PR

    Presidente Luiz Sallim Emed prometeu, em conversa com torcedores, tomar providências

    Presidente Luiz Sallim Emed prometeu, em conversa com torcedores, tomar providências

O Atlético-PR confirmou, através do presidente Luiz Sallim Emed, que denunciará à polícia os torcedores responsáveis por uma emboscada ao ônibus dos jogadores rubro-negros na última terça-feira. O clube cederá as imagens disponíveis e promete expulsar os que forem sócios, além de tentar proibir a entrada dos torcedores identificados à Arena da Baixada.

Os jogadores do Atlético-PR, que seguiam de ônibus para o aeroporto Afonso Pena, foram abordados por torcedores na última terça-feira, na saída do CT. Além de ameaças, alguns rubro-negros utilizaram foguetes e pedras durante o protesto, que continuou no aeroporto, com gritos de 'eiro, eiro, eiro, time de pipoqueiro'. Um vidro do ônibus teria sido quebrado.

"Como presidente não vou admitir este tipo de coisa, isso não é torcida. Identificando esses caras, eles nunca mais entrarão na Arena", disse o presidente em conversa que teve com um grupo de torcedores do Atlético-PR através do Whatsapp, segundo o jornal Paraná-Online.

"Não pode. Isso é atividade da diretoria e de mais ninguém. Existe respeito. Não é apedrejando nosso patrimônio e ameaçando atletas. Identificando esses caras, eles nunca mais entrarão na Arena. Se conseguirmos, temos que dar o exemplo. Não admito esse tipo de coisa. Tenho paciência, tolerância, mas não admito ultrapassar limites. Isso nunca", afirmou.

Outro assunto abordado por Luiz Sallim Emed foi a derrota de 2 a 0 para o rival Coritiba no último domingo, em plena Arena da Baixada. Ele concordou que o resultado foi 'inaceitável', mas ressaltou que o clube está no caminho certo e se esforçando ao máximo para reagir.

"Já acabou o Paranaense? Não podemos, mesmo com derrota inaceitável de domingo, entender que está tudo perdido, que é o fim de tudo. Estamos no caminho certo e estamos fazendo todo esforço para melhorar. Mantivemos o time, investimos, melhoramos o elenco e vamos continuar investindo. Agora, pela derrota terrível, horrorosa, fazer o que foi feito, não aceito. Não dá e farei de tudo para evitar ações dessa natureza", completou.

O Atlético-PR encontra-se em Juiz de Fora, onde mais tarde, às 21h30, enfrenta o Flamengo pela semifinal da Primeira Liga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos