Diretor diz que SP espera definição de Ganso para iniciar reformulação

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

  • Ernesto Rodrigues/Folhapress

O novo diretor de futebol do São Paulo, Luiz Cunha, falou sobre a renovação de contrato com Paulo Henrique Ganso, o qual foi recusado pelo jogador em primeiro momento.

"Temos a nossa realidade financeira. O jogador já sinalizou positivamente, tem interesse em ficar. Queremos renovar com o Paulo, porque é a partir dele que vamos organizar nossa reformulação. Se nosso maestro ficar, é a partir dele que traremos outros reforços. Se não ficar, teremos outro plano", disse o diretor na chegada ao Pacaembu, onde a equipe enfrenta o Botafogo-SP pelo Paulistão. 

O diretor, no entanto, não quis confirmar os números que o São Paulo oferecerá para a renovação com Ganso. "Não gostaria de falar de números. Temos nossas possibilidades e estão colocadas. Vamos ver como a outra parte reage. São pessoas de bom relacionamento, amigos nossos, e com certeza chegaremos a bom termo", explicou.

Apesar de não querer falar de números, Luiz Cunha ressaltou que o jogador tem interesse em renovar seu contrato. "Ele sinalizou positivamente, tem interesse em negociar. Quem tem interesse em negociar, quer chegar a bom termo", completou. 

Há um mês Paulo Henrique Ganso recusou proposta de renovação de contrato com o São Paulo. Com vínculo válido até setembro de 2017, Ganso recebe R$ 300 mil mensais e não tem o valor reajustado desde setembro de 2012, quando foi contratado. Nesta quarta (23), o UOL Esporte mostrou que o São Paulo ofereceu valor próximo a R$ 400 mil mensais. O clube do Morumbi confirmou a proposta e a recusa do jogador e avalia um novo teto salarial para que uma nova proposta seja feita ao meia. 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos