Inter amplia série sem vitória, mas garante Argel: "Prestigiado"

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação SC Inter

A eliminação na Primeira Liga, após derrota nos pênaltis (3 a 2) para o Fluminense, não fará Argel Fucks ser demitido. Pelo menos é o que garante o departamento de futebol do Internacional. Após o empate em 2 a 2 no tempo normal, nesta quarta-feira (23), em Brasília, a cúpula do clube gaúcho descartou a saída do treinador.

Pressionado por não vencer nos últimos quatro jogos (quatro empates) e com uma vitória em seis partidas, o treinador recebeu respaldo público e também nos bastidores, segundo apurou o UOL Esporte.

"O trabalho do Argel continua prestigiado pela direção. Fez um trabalho de recuperação no ano passado. Ele segue com a gente tranquilamente", disse Carlos Pellegrini, vice de futebol do Internacional, em entrevista coletiva no estádio Mané Garrincha.

Pouco antes da manifestação oficial, o departamento de futebol do Colorado afirmou não trabalhar com a possibilidade da demissão. O argumento é de que o grupo ainda receberá reforços.

Em campo, o Internacional foi mais uma vez abaixo da expectativa. Sem Alisson, Paulão, Fernando Bob e Rodrigo Dourado, o time gaúcho até saiu na frente, mas cedeu empate logo depois. Levou a virada na etapa final e se lançou ao ataque para arrancar o 2 a 2.

Na Primeira Liga, o Inter encerra campanha de forma invicta. No Campeonato Gaúcho, o Colorado é quinto colocado. A despeito dos números, o trabalho de Argel Fucks é contestado pelo desempenho. A corrente que pede a saída dele ganhou força nos últimos dias, com a série de jogos sem vitória.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos